MENSAGEM ao LEITOR
BIO

BEM-vindo!

Sou brasileiro, casado (com a doce Emília, do blog "A Turista Acidental"), empresário, 62 anos. Viajo internacionalmente desde os 35. Visitei 60 países (para onde alguns já retornei tanto que me tornei  íntimo) em 91 viagens internacionais, por cerca de 40 cias. aéreas diferentes em 391 vôos. Segundo o Haroldo Castro - jornalista-fotógrafo que já esteve em 160 países -, em seu site Viajologia, isso equivale a ter "Mestrado" . Seja como for, se eu conseguisse definir o que isso significa em termos de aprendizado e formação, diria que foi ter compreendido que quanto maior a flexibilidade de adaptação aos ambientes, mais e melhor consigo extrair deles. 

Meu objetivo primeiro aqui é produzir conteúdo de qualidade. Tenho tanto prazer nisso quanto viajar,  escrever e fotografrar. Mas sendo verdadeiro, honesto e confiável.  Não imito ninguém e acho que ninguém deve fazê-lo. Inspirar-me, sim. Faço isso com freqüência. E é bem fácil, porque há uma constelação de escritores excepcionais.

Estou sempre pensando na próxima viagem. E sempre saio de casa receptivo a gostar do destino. Tenho bom-humor viajante. E depois, o que escrevo e publico é honesto, sem truques ou disfarces para atrair leitores,e sobretudo jamais para enaltecer o que vi e não gostei, mas fui pago pra fazê-lo. Escrevo antes de tudo com sentimento, o que nome do blog já revela: sobre viagens, reflexões pessoais sobre o tema e um modo de viver a vida. Antes, durante e depois de viajar. Talvez por isso meu blog já tenha sido usado para teses de mestrado, por três vezes, e eu convidado a escrever numa revista de viagens brasileira: a Viagem e Turismo, no tempo em que era boa. 

Ser honesto é algo que as pessoas com bons instintos (ou sexto sentido) logo percebem. O contrário também. Honestidade aplica-se tanto na vida presencial quanto na virtual. É muito fácil  perceber quem tem boas intenções, boas maneiras e não está apenas atrás de algo que quer ou precisa. A qualquer custo. Inclusive passando por cima da honestidade. Na enorme comunidade de blogueiros de viagens conheci muita (muita mesmo!) gente boa. Alguns poucos tornaram-se amigos pessoais. Desses de frequantar a casa. E como em qualquer ambiente, também gente inconveniente, interesseira e intrometida. Felizmente também aqui consigo manter distante os inconvenientes e próximos os encantadores.

Mas, que relação isso tem com você? Para mim é a maneira de compartilhar experiências, incentivá-lo, motivá-lo, inspirá-lo a viajar, sem todavia guiá-lo. E se algum pedir, dar-lhe-ei  dicas e tirarei dúvidas. Para amigos, parentes e pessoas de nosso círculo de relações pessoais que nos seguem, mantê-los informados.

Ocasionalmente escrevo para destacar o que me agrada ou não na blogosfera de viagens, na Internet, nas redes sociais, nas revistas e na literaturade de viagens. Especialmente desde quando parte dos blogueiros focou seu interesse na profissionalizaçãode seus blogs, dedicando-se mais ao Facebook, Twitter e Instagram do que aos seus blogs. E o que era uma alternativa bem legal para os viajantes, tornou-se um negócio insosso. Uns eram apenas feios, mas cheios de boas coisas. Havia outros bonitos mas cheios de porcarias. O pior é que hoje são os dois: feios e ruins. A maioria, preocupada em ganhar audiência pra tentar ganhar dinheiro, tornou o que era produzido sem pretensões ou vínculos, nalgo cujo interesse é comercial, perdendo o sentido original, trocando pelo interesse econômico o contexto da sociabilidade, da troca legítima e desinteressada de informações, da liberdade e da autonomia. Tudo o que passou a determinar as postagens destes blogs. Ou seja, danem-se a ética e o leitor. O que importa agora é ganhar dinheiro. 

Não é o jornalismo que está em crise, mas nós, que não estamos nem aí para a ética e a qualidade. Nos tornamos consumidores de coisas descartáveis, de informação produzida, divulgada e consumida superficial e ligeiramente. Tudo descambou numa enorme banalidade, para que o conteúdo seja ao máximo simplificado, a fim de que pensemos menos e consumamos mais. É o fast-food digital. Quem produz algum conteúdo na Internet sabe que a atenção do leitor é cada vez menor, aproximando-se do que já se pode medir em segundos. É como tirar fotos com um tablet, e imediatamente postá-la no Instagram. Recebemos uns likes e nos fartamos com isso.

Fotografar também faço com o mesmo gosto que tenho por escrever. Mas não sou fotógrafo, eu "tiro" fotos. Posso até fazer fotografias classificáveis como "amador avançado", mas amador. Nunca fiz cursos de fotografia. Assim como também não de redação. Adoraria ter cursado jornalismo. Se não o fiz, não considero-me "escritor" de viagens, senão alguém que escreve relatos das que faz.

Ainda temos cerca de 40 países que desejamos (e pretendemos) visitar, além dos que já estivemos e desejamos voltar. A eles estamos dedicando nosso tempo em viagens. Burkina Faso, Gana, Togo e Benin, e Sri Lanka, provavelmente serão os próximos.

O que eu escrevo é besteira ou toca você? Como você pensa? Vá em frente, comente! Há sempre algo a aprender com o que você disser aqui.

COMENTÁRIOS
RSS - Quer subscrever?
AddThis Feed Button

Share/Bookmark

VIAJE neste blog

Fotos de viagens
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« DUOMO - A Catedral de Milão | Main | Conhecendo Milão »
Terça-feira
Nov142006

Viagem ao Hawaii

Leitores, estou em viagem ao Havaí (Ilha de Oahu) e assim que der continuarei a escrever sobre Milão (ainda tenho fatos e fotos pra mostrar sobre o Castelo Sforzesco e sobre o Duomo, assim como umas poucas dicas sobre a cidade), além da dica de um passeio de um dia ao Lago de Como, a partir de Milão, de trem.

Enquanto isso....

Hawaii 25.jpg

 

 

Reader Comments (7)

Ola Arnaldo, eu li no Viaje na Viagem que voce esta ai no Havaii, apesar de morar relativamente perto deo Havaii (5 horas de aviao) eu nunca tive a oportunidade de visitar as ilhas, aqui na California e' muito comum que as familias passem as ferias no Havaii, aguardo pelos seus comentarios e aproveite bem. Nil
13:09 | Unregistered CommenterN Breault
Uauuu que delícia!

Depois volto aqui pra saber tudinho daí :)
Boas do outro lado do Atlântico!
Então agora por terras do Hawai? Espero ver umas fotozinhas dos famosos vulcões!
Saudações!
20:41 | Unregistered Commenterroadrunner
Arnaldo,
Sua viagem vai ser muito esclarecedora! Sempre vi o Havai como um lugar supervalorizado, muito por causa dos americanos. Algum lugar mais para pegar turista americano e surfista profissional do que um turista médio europeu. Sempre quando penso no Havai, vem uma comparação com a Polinésia ou com as Ilhas COOK (ainda vou lá) que me parecem ter melhores praias e cultura a me oferecer. Portanto, espero ansioso para ver meus mitos serem derrubados ou confirmados.

Qaundo fui a Vegas, em uma semana iriam iniciar os ensaios abertos do Love ( a decoração estava pronta). Deu uma vontade de assistir...

Um abraço.

Rodrigo
22:05 | Unregistered CommenterRodrigo
Arnaldo,

Sempre chegaste a escrever sobre o castelo de Sforzesco?

Obrigado
8:43 | Unregistered CommenterCarla

oi Arnaldo , tudo bem? parabéns pelo seu blog e pelas fotos! Lindas demais!
Vou par ao Hawaii em janeiro e terei apenas 6 a 7 dias por lá! Como sei que são muitas ilhas e muita coisa distinta para ver queria uma dica de qual devo escolher? o que me aconselhas em apenas esses poucos dias?

Obrigada,

Cristina Brand
Tina@box1824.com.br

Cristina, eu só conheço a ilha de Oahu, mas com 7 dias, eu reservaria 4 para ela e 3 para Maui.

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.