MENSAGEM ao LEITOR
COMENTÁRIOS
RSS - Quer subscrever?
AddThis Feed Button

Share/Bookmark

VIAJE neste blog

Fotos de viagens
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« Viagem ao Hawaii | Main | Teatro alla Scala - Milão »
Segunda-feira
Nov062006

Conhecendo Milão

Milo 2 01.jpg

Fachada interna da Galeria Vittorio Emanuele II

               Minha viagem a Milão foi como uma escala para as Ilhas Maltesas (Malta e Gozo). Depois de Malta (que você pode conhecer aqui neste blog) fui a Barcelona (que também foi objeto de reportagem recente).

Milo 2 02.jpg

Gravatas italianas numa vitrine na Galeria Vittorio Emanuele II

               Finalmente, terminei a viagem em Milão, onde fiquei 3 dias, mais do que suficiente pra se conhecer esta cidade, incluindo uma esticada ao Lago de Como.

Milo 2 03.jpg

Ronaldinho e Brasil

               Foi em agosto de 2006, voando Alitalia, do Rio/SP a Milão, Milão a Valletta, Valletta a Milão, Milão a Barcelona, Barcelona a Milão e Milão a SP/Rio.

Milo 2 04.jpg

Loja da Ferrari com um autêntico F1 de Schumy

               Milão (Milano, em italiano) é a segunda maior cidade da Itália com 3,9 milhões de habitantes. Uma das grandes capitais internacionais da moda e do design de móveis. Famosas são as feiras de Milão e espetacular sua estrutura para a realização de mega eventos.

Milo 2 05.jpg

               Ainda que Milão não viva só to turismo de negócios, há quem arrisque-se a conhecê-la a lazer. Evidentemente que a cidade tem atrações e vida noturna incrementada.

Milo 2 06.jpg

A arquitetura italiana está bem representada em Milão

               Tem museus bons e igrejas, sendo a mais importante delas, e a mais antiga no estilo gótico do país, tem um castelo e o Teatro Scala e...bem, não tem muito mais do que isso, não. Ah, claro, tem a Galeria Vittorio Emanuele II.

Milo 2 07.jpg

Sofisticação extrema no Quadrilátero de Ouro em Milão

               É uma cidade grande e seu aeroporto é bem distante do centro, mas a maior parte das atrações turísticas e históricas concentra-se ao redor da catedral Duomo e da Galeria Vittorio Emanuele II.

Milo 2 08.jpg

A fachada posterior do Duomo, recentemente restaurada

               Na Piazza del Duomo, a alguns metros da catedral, a Galeria Vittorio Emanuele II domina juntamente com o Duomo, por conta de seu portal monumental com altura equivalente a oito andares, piso de mármore com belos desenhos e magníficos vitrais na cobertura. É um dos ícones da cidade.

Milo 2 09.jpg

Os pináculos do Duomo podem ser vistos em quase todo o centro de Milão...

               O Duomo fica na Piazza del Duomo, o marco zero do centro de Milão, o lugar onde começa todo passeio pela cidade.

Milo 2 10.jpg

A floresta de pináculos do Duomo pode ser vista bem de perto, lá no topo!

              A Galeria Vittorio Emanuele II , é um bonito conjunto arquitetônico de edificações com uma galeria coberta por um bonito e enorme teto de ferro e vidro, construída em 1.864 para ligar a Praça do Duomo à Praça do Teatro alla Scala.

Milo 2 11.jpg

O Duomo pode ser visto de quase todo o centro da cidade...

               Nos dias atuais não passa de uma galeria meio decadente, com algumas lojas que parecem eternamente fechadas e cafés e restaurantes caros e ruins, que já tiveram sua época e vivem de turistas. A construção tem a forma de cruz e é bem bonita arquitetonicamente.

Milo 2 12.jpg

               A elegante arcada envidraçada é o que mais se destaca na Galeria. Também o arco da fachada principal é muito bonito. O programa aqui é curto: caminhar pela galeria e, eventualmente, tomar um café e ver as pessoas passarem.

Milo 2 13.jpg

               Toda cidade tem sua lenda para o visitante voltar a ela. A de Milão fica exatamente na Galeria Vittorio Emanuele: dê três voltas em cima da pintura do boi no chão da galeria e faça um pedido para voltar 1a cidade, assim como se jogam moedas na Fontana di Trevi, em Roma, com o mesmo objetivo.

Milo 2 14.jpg

               Outros dizem que o que se deve fazer é pisar os testículos do touro pintado no chão, no centro da galeria, com um dos calcanhares e girar o corpo sobre o calcanhar dando uma volta completa. Não vi ninguém fazendo.

Milo 2 15.jpg

Piazza dei Mercanti

               Bem pertinho do Duomo fica o Palazzo Reale, construído no século 14 por uma aristocrática família Visconti, hoje um museu e galeria de arte para importantes exposições.

Milo 2 17.jpg

O antigo mercado medieval da Piazza dei Mercanti

              Mas o centro de tudo é o Duomo, decorado em detalhadíssimo rendilhado de mármore que revestem toda a sua estrutura, construído no século 14 como Catedral de Milão, tida como a terceira maior igreja cristã depois da Basílica de São Pedro, em Roma, e da Catedral de Sevilha (para mim, a mais bela igreja do mundo). O estilo é gótico e neogótico, mas tem elementos neoclássicos e barrocos.

Milo 2 18.jpg

A Piazza dei Mercanti

               O exterior é imponente, ornamentado com 3.000 estátuas de mármore, mas a mais importante é a estátua dourada da Madonnina do Perego, que vigia da agulha maior desde 1744. O interior, sóbrio, mas enorme, solene em suas cinco naves e 52 colunas e extraordinários vitrais. Levou 511 anos para ser concluída!

Milo 2 19.jpg

Os arcos da Piazza dei Mercanti

               Do lado de fora, pode-se passear sobre o teto, entre uma floresta de agulhas altíssimas, arcos, gárgulas, cariátides e centenas de pedestais sobre os quais pontificam imagens de santos, anjos e arcanjos.

Milo 2 20.jpg

               Quem visita a catedral deve subir ao seu topo para ver a cidade do alto e maravilhar-se com os fabulosos pináculos de mármore. Chama-se Duomo porque na época de sua construção pretendia abrigar toda a população da cidade, em torno de 40.000 pessoas. "Duomo" de Milão significa Casa de Milão.

Milo 2 22.jpg

Piazza dei Mercanti              

               Em outubro de 2002 começaram as obras de restauração da fachada do Duomo, que demorariam cerca de dois anos mas se extenderiam até outobro de 2006.   O resultado está fabuloso. O mámore ficou como se estivesse novo.

Milo 2 31.jpg

Fachada principal do Duomo em restauração em agosto de 2006

               Um gigantesto andaime recobre toda a fachada principal, a última a ser renovada. Ao todo são 520 elementos esculpidos: 192 estátuas pequenas, 40 grandes e 47 baixos-relevos. A restauração teve dois meses de provas e testes para determinação do tipo de elementos usados na limpeza da fachada.

Milo 2 52.jpg

Santa Maria delle Grazie

               Uma visita obrigatória é à capela do convento de Santa Maria delle Grazie , onde está a "Última Ceia", de Leonardo da Vinci, em afresco.

Milo 2 53.jpg

Santa Maria delle Grazie

               O Teatro alla Scala, um dos mais conhecidos templos da arte lírica no mundo, foi inaugurado em 1778.   Não vá esperando muito em termos de imponência.   Ele e mais famoso do que bonito. É possível passar por ele sem percebê-lo.

Milo 2 34.jpg

Piazza dei Duomo

               Durante o dia pode ser visitado em seu interior e conhecer sua famosa platéia em forma de ferradura, além do seu Museu Teatral alla Scala , ali perto, com uma coleção de roupas de de peças famosas, maquetes de cenários, máscaras, instrumentos e partituras musicais. Em termos de moda e griffes famosíssimas, vá à Via Montenapoleone, à Via della Spiga e à Via Sant'Andrea – todas próximas – com o maior conjunto de lojas das mais esplendorosas que já vi.

Milo 2 35.jpg

 

 

 

 

Arcos nos prédios da Piazza dei Duomo              

               Tudo o que o dinheiro pode comprar em termos de luxo e bom gosto, tudo com uma apresentaçào irrepreensível. Valentino, Armani, Versace, Dolce & Gabbana, Ferré, Krizia, Prada, Fendi, Missoni, Ferragamo, lado a lado, cada uma mais espetacular que a seguinte. A Via Dante, no centro de Milão, é uma rua larga e comprida que leva a um dos principais monumentos históricos de Milão, o Castelo Sforzesco , de estilo italiano renascentista.

Milo 2 36.jpg

Piazza dei Duomo

               Construído pela família milanesa Sforza, imponente, construção iniciada por Francesco Sforza em 1450, abriga importantes museus. Numa de suas coleções de escultura está a extraordinária Pietà Rondanini, a última obra de Michelangelo, inacabada.

Milo 2 38.jpg

Estátua equestre da Piazza dei Duomo

               A Pinacoteca tem obras de Mantegna, Bellini, Tintoretto, entre outros.

Milo 2 41.jpg

               Um passeio em Milão sempre começa pela Piazza del Duomo , dominada pela fachada da magnífica catedral gótica. Dessa parte central quase que se podem ver os pináculos de mármore que ornamentam o Duomo de quase qualquer ponto.

Milo 2 44.jpg

Ao fundo, o Castelo Sforzesco

                No centro da praça fica a estátua equestre em bronze de Victor Manuel II, obra do escultor Ercole Rossa, de 1896. Caminhe pela lateral direita do Duomo (de quem está na praça e de frente para a fachada principal da igreja) e dê a volta por trás dela, retornando pela esquerda.

Milo 2 47.jpg

O Arco do Triunfo milanês

               Entre na Galeria Vittorio Emanuelle II até a Piazza della Scala, passando pela frente do Palazzo Marino . Depois de ver o Scala. Volte em direção ao Palazzo e vá exatamente atrás deste, chegando à Piazza San Fedelle , onde fica a igreja barroca e a estátua do escritor Alessandro Manzoni. Saindo da piazza por onde chegou, siga pela lateral da igreja até ver a...

Milo 2 48.jpg

... Casa degli Omenoni, onde viveu o escultor maneirista Leone Leoni. Um pouco adiante fica a Piazza Belgioioso, onde fica o palácio do mesmo nome, so século XVIII, que eprtenceu à familia Belgioioso d’Este.

Milo 2 49.jpg

               A casa de Manzoni, à esquerda, é atualmente um museu. Continuando-se pela Via Manzoni, à direita fica o Museo Poldi-Pezzoli . O museu abriga interessante coleção de pinturas e artes decorativas que pertenceram a Gian GiacomoPoldi Pezzoli, um aristocrata milanês do Século 19. Virando à direita retorna-se à praça do Teatro Scala.

Milo 2 42.jpg

               Seguindo-se a Via Santa Marguerita até a Piazza Mercanti você verá um interessante e antigo edifício que abrigava um antigo mercado medieval e ao Pallazzo della Ragione , contruído em 1.233, como sede dos ribunais de justiça por cinco séculos.

               No centro e embaixo deste edifício existe um pátio sustentado por colunas jônicas, lugar onde ficavam os mercadores da época. A Via Mercanti acaba diretamente no Duomo. Esta Praça do Mercado foi , durante séculos, o centro comercial e financeiro da cidade e é um dos pontos mais importantes na história de Milão. Hoje em dia é um ponto de encontro de populares e jovens. Os primeiros edifícios desta praça são do Século 13.

Milo 2 21.jpg

Piazza dei Mercanti

               O perímetro da praça tem seis portas arcos. Milão tem a característica de conter quase todos os estilos italianos de arquitetura, sendo, portanto, um lugar interessante para quem gosta do tema e, evidentemente, para o turista mais atento ao detalhes. Ainda que a arquitetura italiana não esteja entre as mais bonitas (tampouco bem mantidas) da Europa, é muito interessante observarem-se, num espaço tão concentrado, tantos exemplares destacados na história da arte e da arquitetura.

Milo 2 45.jpg

Castelo Sforzesco

               O Castello Sforzesco , o Museo Poldi-Pezzoli, o Teatro alla Scala, o Duomo, a Galleria Vittorio Emanuele II, a Igreja de San Satiro, a Pinacoteca di Brera , a Igreja de Santa Maria delle Grazie, o Pallazzo della Ragione , entre outros, são exemplares da diversidade (limitada) da arquitetura italiana.

Milo 2 40.jpg

               Milão tem 3 aeroportos, sendo o Malpensa (MXP), onde chegam os vôos do Brasil, e o Linate os principais, além do Orio al Serio. O metrô tem 3 linhas e 76 km de extensão, com 88 estações.

Milo 2 54.jpg

               O aeroporto internacional de Malpensa fica longe da cidade, a 50 km. Os ônibus Air Pullman fazem a conexão até a Piazza Luigi di Savoia, a oeste da Stazione Centrale, a cada 30 minutos das 6h30-17h30, com pausa entre 12h-15h (€6,50/50 minutos de viagem) e a cada 1 hora das 17h30-20h30.

Milo 2 28.jpg

               Não há uma estação de ônibus central em Milão; muitos saem da Stazione Centrale ou da Piazza de Castello (metrô Cairoli). Vale a pena checar no APT. A Stazione Centrale fica na Piazza Duca d'Aosta, com trens para Veneza (3h), Florença (2h½), Gênova (1-2h), Roma (4-5h) e também para as maiores cidades da Europa.

               Milão tem um sistema de transporte público que integra bondes, ônibus e metrôs. O metrô é a opção mais prática, aindaque os bondes sejam os mais atraentes para o turismo. Os bilhetes podem ser comprados antecipadamente e validados ao ingressar nos meios de transporte. Como em qualquer lugar do mundo, se for pego por um fiscal sem ter bilhete ou sem um bilhete validado, será multado no ato.

Milo 2 55.jpg

               Os bilhetes são válidos por tempo. O recomendável é comprar passes válidos por um ou dois dias. Todavia, dificilmente se precisa locomover muito, porque as atrações estão concentradas relativamente e podem ser alcancádas a pé. Os taxis oficiais são de cor branca e seus preços são razoáveis. Às vezes compensa se pegar um taxi para se ir do Duomo ao Castelo Sforzesco , por exemplo, do que comprar passes por dois dias e não serem muito usados.

Milo 2 002.jpg

Elementos de Arte Nova em fachadas são raríssimos em Milão

               Milão é, desde a Idade Média, um grande centro comercial, industrial e financeiro da Europa. É o centro econômico do país e tem cerca de 4,5 milhões de habitantes.

Milo 2 001.jpg

               Foi uma das cidades italianas que mais sofreram na Segunda Guerra, tendo sido alvo de intenso bombardeio e gigantesca reconstrução.

                Milão é conhecida por sua pujança econômica e capital da moda, além de ser a sede de um dos times de futebol mais famosos no mundo, o Milan, onde joga o brasileiro Kaká.

Milo 2 23a.jpg

               Todavia, lhe falta o encanto de outras cidades turisticamente bem mais atraentes na Itália. Em Milão certamente você jamais encontrará a horda de turistas (eu incluído) de cidades como Roma e Veneza. Por sua localização geográfica, entretando, é um bom centro para se visitar outros países da Europa Central.

Milo 2 24.jpg

Em termos de museu, a Pinacoteca de Brera tem o melhor acervo de arte de Milão, com obras de Caravaggio, Veronese, Mantegna, Bellini, Celini, rafael, Tintoretto e Piero della Francesca, além de artistas famosos, do século 20.

Milo 3  Duomo 01.jpg

Na Igreja Santa Maria delle Grazie, um bonito exemplo de arquitetura italiana, cuja ábside e o claustro são os destaques, contém uma das pinturas mais importanets do planeta, uma das imagens mais reproduzidas no mundo, a Última Ceia, de Leonardo da Vinci, um afresco que pode ser visitado. A imagem clássica da última ceia, em que Jesus diz a seus discípulos que um deles irá traí-lo, recentemente tema do filme Código de da Vinci, está infelizmente desaparecendo e perdeu há muitos anos seu esplendor.

Milo 2 50.jpg

Nesta obra o pintor empregou a técnica de pintura diretamente sobre o gesso (estuque) da parede, já completamente sexo, em vez da tácnica que aplicava a têmpera sobre o gesso ainda úmido, o que provocou, segundo especialistas, sua deterioração avançada, em decorrência da descamação da tinta. Não é mais possível perceberem-se tanto a grandiosidade quanto as sutilezas da pintura, seu colorido original.

Milo 2 16.jpg

A obra é praticamente irrecuperável , mas é rpotegida por um complexo sistema de filtragem do ar e contrôle de temperatura e humidade. O ingresso é limitado a uma determinada quantidade de visitantes por determinados períodos de tempo durante o dia, sendo recomendável chegar cedo (de terça a domingo), por volta das 9 da mahã, para conseguir comprar ingressos.

Milo 2 001a.jpg

Sentar-se e comer um das dezenas de sabores dos deliciosos sorvetes milaneses, numa das inúmeras sorveterias da cidade, é um programa comum e recomendável. Mesmo de pé num balcão, examinando nas vitrines refrigeradas das sorveterias e tendo dificuldades de escolher apenas um dos sabores, é um bom programa.

Milo 2 27.jpg

Compre um de copinho ou de casquinha e vá caminhando e saboreando. Se estiver perto do Duomo, a dica boa é a seguinte: ao lado esquerdo da igreja, na calçada, mais para a fachada posterior, existe uma bica-fonte pública que é uma boa para quem se lambuza de sorvete.

Milo 2 51.jpg

Reader Comments (97)

Bela descrição através de palavras e fotos de Milão. Como sempre bastante completa. Um autêntico guia. Boa continuação e naturalmente muitas e boas viagens!
Saudações!
19:56 | Unregistered Commenterroadrunner
Olá, adorei o seu blog. As fotos estão lindas! Eu nunca fui à Italia , mas tive um sonho que eu estava lá e que havia prédios com a parte de cima ( não sei se posso chamar de telhados) com detalhes arredondados, mas ainda não vi em fotos nenhum prédio assim. Existe ou somente em sonhos? Rs.. Eu já queria conhecer a Itália , lendo o seu blog pela maneira como a descreves , quero conhecê-la em breve. Beijos
20:43 | Unregistered CommenterRenata
Bravo!! Muito boa suas orientações, feito com esmero. Parabéns!! Sucesso em suas novas empreitadas!!!
11:31 | Unregistered CommenterCleide
Adorei todas as fotos e informações. Eu já conhecia Milão, mas não fui a Santa Maria delle Grazie e como estarei lá em março gostaria de saber como comprar já o ingresso para a igreja e para o teatro Scalla para visitá-lo
Marly, há como comprar antecipadamente os ingressos através do site Cenaculo Vinciano:

http://www.cenacolovinciano.org/

O site para conhecer virtualmente A Última Ceia é:

http://www.cenacolovinciano.it/html/hp.htm

A Igreja tem o seguinte endereço:

Piazza Santa Maria delle Grazie 2
(C.so Magenta), Milano.

Metrô MM1: Conciliazione, Cadorna
Metrô MM2: Cadorna
Bonde 24: Corso Magenta.




O que recomendo é tentar fazê-lo pela manhã, assim que chegar a MIlão, agendando para o próprio dia ou dias seguintes que permanecer na cidade.
Olá, adorei a descricao, e as fotos ainda mais.
Queria dicas de precos, passagens de onibus na cidade etc. Vou pra Milao dia 20 de fev e queria fazer uma planilha e gastos, chelo em Milao Malpensa e queria saber quando custa o tranprte do aeroporto até a cidade. E de milao vou pra Veneza ou Verona, ainda nao consegui me decidir, mas estou mais pra Veneza. Tb queria sab o preco de trem de Milao pra Veneza e como comprar. Sao tantas perguntas.... vcs nao teem um chat?
7:02 | Unregistered CommenterNúia
ola
gostaria de dicas para uma boa viajem
irei para milao com destino a inglaterra porem pretendo fazer isso com uma muchila nas costas e pouco dinheiro no bolso
procuro por dicas de mapas ferroviareos entre outras coisas espero q voce possa me ajudar estou perdido e mesmo a internet sendo um jeito maravilhoso de se encontrar coisas nao estou tendo um bom resultado
obrigado
e atenciosamente: Alcides Moreno
19:45 | Unregistered Commenteralcides
Bom Dia

Parabens adorei todas as informações...solicito a gentileza informar quais albergues ou hoteis que vale a pena se hospedar na cidade de Florença..PREÇO E HIGIENE

FICAREI EM FLORENÇA DIA 14 A 18 APR...qual valor do trem milão para florença...

atenciosamente
grato

Moacir
MOACIR FILHO,não tenho indicações de hospedagem do gênerosolicitado (só indico aquilo que onheço ou experimentei), massugiro pesuisarna Internet que encontrará. O site da TRENITALIA lhe dará todas as informações de horários, preços e tudo mais acercade transporte ferroviário na Italia. Pega aí:

http://www.trenitalia.com/en/index.html

Boa viagem e,na volta, conte como foi!
Alcides,me descupe,mas vc precisa sermais específico e objetivo no ue quer saber. "dicas de uma boa viagem" é muito relativo e posso dizer que aqui mesmo nest site vc encontrará centenas delas.
Belíssima descrição da cidade, e lindas fotos, de excelente qualidade.

Estou planejando minha primeira viagem à Europa e, se me permite, gostaria de compartilhar com teus leitores algo que me ocorreu, e que acredito muitos viajantes mais experientes ainda não sabem.

Comprei minha passagem para Europa pela American Airlines, e praticamente ""ganhei"" duas paradas nos Estados Unidos, na ida em Miami e no retorno em Nova York, tudo isto pela bagatela de 949 dólares + taxas. A American Airlines permite uma parada gratuita nos USA, e cobra 75 dólares apenas se o passageiro quiser uma segunda parada, como eu fiz (1 parada sairia por 874 dólares + taxas).Detalhe: vou embarcar dia 23 de julho, em plena época de férias.

Meu roteiro na Europa já confirmado começa pelo desembarque em Madri, depois Barcelona, em seguida Praga, daí para Londres e por fim Paris, de onde retorno. Estou comprando todos os trechos internos na Europa por aéreas low cost.

Em princípio iria comprar vôo direto de Praga para Londres. Mas encontrei uma tarifa simbólica da Skyeurope de CZK 1,00 (uma coroa tcheca, algo em torno de 10 centavos de real) + taxas, no trecho de Praga para Milão. Daí pensei, porque não uma paradinha em Milão. Foi aí que joguei uma pesquisa no gogle e encontrei este excelente blog.

A par disto, gostaria de saber se num tour de um dia em Milão pode-se conhecer todos os principais pontos turísticos da cidade. Chegaria em Milão às 20:20 de um dia, dormiria e embarcaria para Londres às 21:15 horas do próximo dia.

Obrigado pela atenção,


Eliézer
Curitiba/PR.


OBS.: pra quem se interessar, as tarifas da American Airlines a que me referi não aparecem no booking on line do site da AA. No meu caso tinha flexibilidade de datas pra viajar no mês de julho, então fiz várias simulações no site, e sempre dava tarifas em torno de 1.100 dólares, o que eu já estava achando em conta, se considerar que poderia parar nos States. Quando liguei na central de reservas, pra minha surpresa a atendente me deu esta taria muita mais barata; não tive dúvidas, comprei e estou muito feliz planejando o resto da viagem.
10:00 | Unregistered CommenterEliézer
Éliézer, muitíssimo obrigado por seu ótimo comentário. Recomendo visitar o blog Aquela Passagem, do Rodrigo Purisch, excepcional, que trata exatamente do assunto `aviação comercial´ e tem dicas utilíssimas.
Sim, um dia bem corrido dá pra conhecer o básico de Milão que, por si só, já é bem básica mesmo. Correndo, dá pro gasto.
Adorei conhecer mais sobre Milao
Boa Sorte e q venham muitas viagens pela frente.
13:02 | Unregistered CommenterCarla
Sensacional, deve ter sido um grande aprendizado, pois estamos diante de um roteiro completo. Parabèns pelas descrisões.
Estou indo agora dia 05/07 para Milão, vou fazer o mesmo que você fez, vou descer em Milão e vou ate a Ilha de Malta, eu e minha namorada, iremos fazer intrecâmbio lá em Malta, estou me programando para fazer todo o caminho de trem, como já estou com as passagens na mão, o curso pago e as malas quase feitas, poderia me dar mais algumas dicas ? Preciso de visto ? Para entra na Italia e em Malta ?
No agaurdo de novas dicas....
Obrigado,
Atenciosamente,
Luis Gustavo
Malta é um maravilhoso destino e um dos melhores pra fazer intercâmbio na Europa. NÃO precisa de visto para Malta, mas verifique bem se precisa de certificado de vacinação contra Frebre Amarela. Por favor, me diga quais dicas, especificamente, necessita, que terei prazer em lhe responder.
Arnaldo, parabens pelo seu blog, é realmente completo.
Vou para Milão em 17 de julho voltando de Israel, pela sua informação 1 dia é necessário para conhecer Milão. Vc acha interessante sair de Milão, pois volto para o Brasil em 21 de julho ?

Muito obrigado e parabéns novamente.

Marcelo
Sim, Marcelo. Sevctemapenas umdia, Milão é um lugar legal. Mas vc tem outra opção?
Arnaldo, meu vôo é por Milão (Brasil - Israel). Mas de Milão havia pensado em pegar um trem para Veneza:
ex: Chego dia 17, passo em Milão dia 18, pego trem para Veneza dia 19 de manha, passo dia 19 e 20 em Veneza, volto para Milão dia 21, volto para Brasil dia 21.
Valeu.
Abraço.
Ate' quando o lugar nao te encanta, fica tudo sensacional. Pra variar, adorei as fotos. Eu estou convencido de que vou gostar de Milao.
Sorry for not being able to write in your language. I appreciated your photos very much and I just wanted to let you know that.

FF
"Local Expert" for Milan on
www.tripadvisor.com
11:07 | Unregistered CommenterFF
Arnaldo, parabens pelo seu blog. Muito completo. Belissimas fotos. Excelentes dicas!!
Voce tem alguma dica de restaurante (tradicional)?
Uma duvida: Qual o melhor trajeto de Malpensa (Aeroporto) para a Praca del Duomo?
Infelizmente, ficarei um tempo muito curto na cidade e gostaria de aproveita-la ao maximo.
Mais uma vez, muito obrigado e parabens pelo excelente site.
11:18 | Unregistered CommenterJoao Cesar
oi amigo
parabens pelo seu blog.
voce deve ser um ser humano muito interessante,se voltar a passar por portugal gostaria muito de te conhecer.jose carlos
917631410 ta a vontade para me ligar
17:58 | Unregistered Commenterze carlos
Parabéns pelo blog...
Você foi nos estádios? Milan e Inter de Milão?
É permitido tirar fotos da Santa Ceia?
Valeu...abraço..
Rodrigo
Rodrigo:

NÃo fui aos estádios e NÃO é permitido fotografar a Santa Ceia.

Obrigado pela visita!
Obrigado amigo
Qual tempo de viagem entre Milão e lisboa; e entre Lisboa e Paris?
17:42 | Unregistered CommenterKeyde
Arnaldo!
Estou maravilhada com seu blog!
Pesquisei por dicas de viagem para Milão no google e encontrei esta maravilha!
Já adicionei nos meus favoritos para ler seu blog inteiro!
Todas as viagens que vc menciona devem ter sido sensacionais! Parabéns!
Vou passar 3 dias em Milão e 3 dias em Paris voltando no Líbano em janeiro...
As dicas sobre Milão ajudarão bastante!
Abs
Eliana
ELIANA, fico feliz por ter sido útil sua vinda aqui. Espero que goste de Milão e visite as principais atrações. Depois volte e conte sobre o Líbano pra nós. BOA VIAGEM!
Arnaldo,
muito legal o blog.
Poderia me informar como faço para ir de Malpensa para a cidade (trem, ônibus ...) se é direto, onde para. E como faço para ir da cidade para Malpensa.Preciso de detalhes para não errar.
Obrigado.
15:12 | Unregistered CommenterClaudio
Ola, para vc ir da cidade para malpensa e vice - versa nao tem erro e so pegar um onibus, em frente o aeroporto e custa , parece q paguei 6 euro.de 2 ou 5 munutos tem um onibus pra milano.
CLAUDIO, há um serviço de ÔNIBUS do Aeroporto de Malpensa à Estação Central (de trens) de Milão.

Há saídas a cada 20 minutos de 5 da manhã até 22:30. O percurso leva cerca de uma hora e custa EUR 4,50.

De TREM, de Malpensa, há um expresso que leva 40 minutos a cada meia hora até a Estação de Cardona, em Milão. Dali você pode pegar o metrô para o centro da cidade.
Obrigado, FLAVIA, pela dica e ajuda!
Arnaldo, obrigado pelas dicas...
Vi quase todo o seu blog, mas ainda quero vê-lo inteiro.
Fui 3 vezes para a Europa e sempre procuro dicas nos sites... acho que muita gente (marinheiros de 1ª viagem) que viajam sozinhos e não dominam nenhuma lingua (como eu) não tem noção dos "apertos" que passamos, mas sempre encontramos gente boa no caminho, que dá a mão. Você é um deles que estica o braço e aperta a mão.Gostaria de dar uma dica para aqueles que se desesperam em situações adversas (mesmo planejando): respire fundo (oxigenar o cerebro), procure ajuda de brasileiro (o povo mais solidário) e peça a Deus para iluminar (com Ele os caminhos se abrem).
Abraços,
Cláudio
8:36 | Unregistered CommenterClaudio
To amando este blog,
A respeito da ajuda, não sei se tive sorte, mas pedia ajuda a Deus e o mundo ..e todos me ajudavam prontamente e eu sabia muito pouco de italiano na época.Só uma vez, quando estava indo para Brera comprar uns papéis de gravura é que me vi numa fira com um homem que não era italiano, não lembro agora a nacionalidade..mas todos falam deles la são meio vândalos...quem me salvou foi uma espanhola. O cara provavelmente irira me violentar. Eu estava no trem e queria desecer em Lanza e era pertissimo, mas eu não sabia. Escapei e percebi que todos vieram me tirar das mãos do mal feitor.
Mas cada um vive as suas historias....
Olá Arnaldo,

Já tinha espreitado as fotografias e comentários do Lado de Como e ADOREI!!!!!
Mais uma vez, fiquei maravilhada com esta descrição e fotografias.
Vou seguir a sugestão que me deu no meu comentário sobre as fotografias de Como, em vez de ficar as 5 noites em Milão vou ficar 2 noites em Como e as restantes 3 em Milão, e estou a pensar conhecer Milão num dia e nos restantes dias ir a Verona e Bérgamo.
Também foste conhecer Verona e Bérgamo?

Obrigado
Cumprimentos e continuação de grandes viagens

CARLA FERRAZ, acertadíssima decisão sua. Agora em minha próxima viagem irei pela ALITALIA e obrigatoriamente ficarei duas noites em MIlão, aidna que nÃo seja o destino principal da viagem. Pretendo, finalmente, conhecer VERONA, que fica a cerca de uma hora de trem a partir de Milão, o que igualmente recomenda um passeio "bate-e-volta" à bela cidade de Romeu e Julieta.

NÃO conheço Bérgamo, mas acho que talvez seja mais conveniente conhecer melhor Milão, deixando dois dias inteiros para aquela cidade, em vez de apenas um. Assim, tiraria Bérgamo do roteiro.

Agradeço de novo a visita, os comentários, elogios e desejo-lhe além de uma maravilhosa viagem, saúde e felicidadas!
Olá Arnaldo!

Parábens pelo blog. Muito boas dicas. Estamos indo em quatro pessoas para Milão (que será a entrada para 15 dias na Itália) onde ficaremos 1 dia e 1/2. Vc tem idéia do custo de táxi do aeroporto até o centro, como estaremos com muitas bagagens, talvez fique complicado pegar ônibus ou metrô. O que vc acha? Nosso hotel em Milão é o Ritter que fica próximo a estação Moscova.

Desde já agradeço seus comentários,

Gino
GINO TREVISAN, eu não pensaria em metrô, mas ônibus. Não vejo problemas em relação e pegar o ônibus por causa das malas. Ao menos eu tentaria, se vc. está preocupado com o custo do taxi, que considerando a distância do Malpensa para o Centro, é em torno de 80 euros (bem caro, né?).

Não conheço o Hotel Ritter, mas vc. pode verificar os comentários sobre ele no Tripavisor, cujo link vai aqui:


http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g187849-d202566-Reviews-Hotel_Ritter-Milan_Lombardy.html






Olá Arnaldo! tudo bom? estou indo para milão, de malpensa preciso pegar o expresso ate cadorna e de lá o "passante ferroviario"até a estação de Dateo.
Você saberia me dar alguma dica? fica mais fácil chegar de onibus na Corso Plebisciti?
muito obrigada,
Andrea
ANDREA, lamento, mas não sei lhe dar as informações pedidas, porquenem mesmo sei o que é "passante ferroviario". De todo modo sugiro pesquisar na Internet.
Oi Arnaldo.. Nunca fui a Itália, mas quero e preciso ir trabalhar lá. Me ajuda? Me dá umas dicas por onde começar.Tenho descendência e levarei os docs.
Obrigado. Sei que vc ajuda muita gente a se localizar na Itália.
21:39 | Unregistered CommenterTerezinha
Arnaldo,
viajo para Milão no final de março/2008, só agora descobri seu blog, fantástico!!! As fotos realmente impressionam.

Me dá um help aí...
Quando chegar a malpensa vou pegar um trem para a "stazione centrale" o nome desta estação é Cadorna, certo?

Preciso chegar a "all'uscita metropolitana MM1 Lotto Fiera", isto é uma saída que fica na estação central?

Valeu!

Grande Abraço,

Parabéns pelo blog!
Nelson, "uscita" em italiano eh "saida" (no caso, do netropolitano). Sim a Cadorna (Milano Cadorna) eh a Estacao Central, onde existe uma estaca do metro com esse nome.


Veja aqui o MAPA do Metro de Milao e entenda

http://www.urbanrail.net/eu/mil/milano.htm

Para imprimir o MAPA do Metro de Milao (em PDF)

http://www.atm-mi.it/NR/rdonlyres/A6E06C22-67D8-4A0E-B8C1-ADA27A4D603C/0/SCHEMARETE.pdf
Arnaldo! Seu Blog é Perfeito...
Viajo pra Milao,em agosto e gostaria de umas dicas. Ja vi q nao precisa ficar tanto tempo, pra se conhecer a Cidade.Vc sabe se tem como ir a Como e voltar no mesmo dia. Pq o q me interessa lá é ir ao Outlet de Como. vc sabe o nome desse Outlet? E me falaram de uma Pizza no Lago q é uma delica.
aguardo retorno
12:25 | Unregistered CommenterMaria

Felicitaçoes pelo blog e pelas dicas sobre as cidades. Muito bom alguém repasar com seriedade e prazer as experiencias vividas em outros países. Estamos indo para a Itália,( 2 casais) e começaremos e terminaremos por Milão,??? (somente por conta da promoção do bilhete). Pretendemos visitar Milão (já li no blog) Lago de Como, Verona, Veneza, Florença, Siena, Arezzo, Roma, Positano e Capri. Temos 13 dias. Você acha que o tempo é suficiente, ou será muito corrido? Vamos de trem pela Italia e acho que não teremos problemas com hospedagem. Pretendemos ficar em hotéis ** e já iremos com reservas. E então?

15:22 | Unregistered Commenteraninha

Aninha, e acho que ficaria corrido demais. Portanto, leve en conta o seguinte:

MILÃO: 2 dias para conhecer a cidade (considerando o dia que chega) MAIS 2 dias assim: 1 dia para Logo di Como (que pode ser a partir de Milão, ir e voltar, portanto, mais um dia de estada em Milão), o mesmo para Verona (o que vai requerer mais 1 dia em Milão, o mesmo bate-e-volta de trem). Com isso, vc considere 4 dias para Milão;


ROMA: 3 dias;

VENEZA: 2 dias;

FLORENÇA: 2 dias; (3 se quiser ir a Piza, ida e volta, de trem);

Os demais dias (sobram 2) eu colocaria para alguma coisa perto de onde esivesse hospedada.


Amei conhecer Milão através da net. Quero ver pessoal um dia. Deus irá me dá essa linda oportunidade de ir até milão.

18:23 | Unregistered CommenterDébora

Ola Arnaldo!! Parabens pela cobertura sobre Milao. Excelente pra quem nao sabe por onde comecar. Eu estou indo a Milao nesse final de semana e me interessei pelo Convento Santa Maria delle Grazie. Mas nao achei a localizacao baseada no endereco que vc postou acima. Eh perto do Duomo? Qual o metro ou onibus que vc recomendaria? E sobre a localizacao das sedes dos clubes do Milan e Internazionale?
Desde jah muito obrigada!!
Abs,

ISABEL SOUZA, obrigado. Vamos lá:


1) Santa Maria delle Grazie, fica na praça do memso nomem mas a rua que passa em frente é o Corso magenta, mais conhecida e todos conhecem por lá.

É relativamente perto do Duomo, fácil de se chegar, não há metrô mas há bonde e eu recomendo o taxi.

Nos endereços a seguir vc verá a localização no mapa:

http://milan.arounder.com/da_vinci_last_supper/index.html

2) Nas páginas oficiais vc encontrará além de informações as localizações dos respectivos clubes:

Internazionale
http://www.inter.it/aas/hp?L=en

Milan
http://www.acmilan.com/

BOA VIAGEM

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.