CONHEÇA O AUTOR

          

         Depois de estabelecer-se na Internet desde 1999 escrevendo relatos de viagens em sites relacionados com o tema, em 2006 ter fundado o blog Fatos & Fotos de Viagens - um dos pioneiros da blogosfera de viagens - foi convidado a colaborar com matérias na Revista Viagem & Turismo (Editora Abril). Agora, Arnaldo prepara o lançamento de seu primeiro livro - "Bom dia, Addis. Adeus Etiópia" - ingressando na literatura com um livro encantador que, segundo o autor, é o primeiro de uma série.

Assim o autor define esta sua nova fase:

             "Livro é coisa séria. O que o leitor encontrará em "Bom dia, Addis. Adeus Etiópia" é diferente do que lê aqui neste blog. Da narrativa ao estilo. Em vez de uma conversa baseada na informalidade, o livro mistura traços de coloquialidade e informalidade com uma escrita literária. Sobretudo com profundo respeito à arte de escrever. Passo a ser um escritor, mas é apenas uma outra maneira de me expressar sobre viagens, transmitir sem fantasias o mundo que vejo, isto é, como ele é, não como o imagino. A leitura revelará, todavia, aqui e ali, discrepâncias entre minhas expectativas e a realidade confirmada no destino. Segundo o poeta e ensaísta norte-americano Henry David Thoreau, "Muitos homens iniciaram uma nova era na sua vida a partir da leitura de um livro". Então, a partir deste meu primeiro, considero ter ingressado numa nova, deliciosa fase da minha vida.

Gente que escreve e encanta, fala sobre o autor:

Haroldo Castro:

            "Arnaldo Trindade Affonso é um dos viajantes equilibrados e sensatos que se lança escritor, o que, num Brasil de pouca leitura e onde a Literatura de Viagem não chega a ocupar meia estante nas livrarias, conta histórias que servirão de grande subsídio para qualquer leitor, além de ajudar a romper os preconceitos de que a África só oferece guerras, doenças e fome. Infelizmente, a riqueza cultural e natural do continente é quase sempre tão abafadas por notícias negativas que considero este livro um raio de luz na região."

Jornalista, fotógrafo, autor de “Luzes da África”, indicado para o Prêmio Jabuti 2013 na categoria Reportagens

Ronize Aline:

            "Minha opinião sobre o autor está refletida na resenha que escrevi de seu livro "Bom dia, Addis. Adeus Etiópia": ele escreve com o coração e demonstra respeito por tudo o que viu. Este livro, mais do que o relato de uma viagem à Etiópia, é uma viagem rumo a uma experiência de imersão e contemplação do outro. É como olhar para o diferente sem estranhamento ou indiferença."

Escritora, tradutora, jornalista, professora universitária e crítica literária do jornal O Globo, do Rio de Janeiro

Rachel Verano

             "Neste livro, Arnaldo tem o poder de nos transportar a um dos cantos mais fascinantes e ainda intocados do planeta. Mas de maneira ao mesmo tempo delicada e profunda, pessoal, criando intimidade com os personagens, deixando o leitor perceber cheiros, sabores e sentir as emoções de suas descobertas. Do peso do ar à alegria de dobrar a esquina, o autor consegue transmitir todo seu fascínio de estar diante de algo realmente novo."

 Jornalista passou pelas redações das revistas Viagem & Turismo, Veja, VejaSP, Glamour, TAM e Vamos/LATAM

Davi Carneiro

             "Há uma frase atribuída ao grande viajante do século 14, talvez o maior escritor-viajante de todos os tempos, Ibn Battuta: “Viajar, primeiro te deixa sem palavras, depois te transforma num contador de histórias.” Suspeito, caro leito, ser este o caso do Arnaldo, um autêntico viajante que vem se mostrando, cada vez mais, um talentoso contador de histórias. Conheço-o e o sigo desde 1996, através do seu blog, aquele que, na minha opinião, é um dos melhores de viagens da internet brasileira, tanto pela excelência fotográfica quanto pela qualidade dos textos. Com um currículo andarilho de respeito (mais de 60 países, entre eles Quirguistão, Miamar, Irã e Uzbesquistão), Arnaldo tem o mérito de ir na contramão da blogosfera profissional e monetizada: de maneira simples, autêntica e independente, preza, principalmente, a credibilidade e a confiança de seu leitor." 

 Escritor, jornalista e colaborador de diversas revistas nacionais e estrangeiras

COMENTÁRIOS
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« Museus em Madri | Main | O Metrô de Madri »
Sábado
Mar112006

Como é uma TOURADA na Espanha?

tourada picadores.jpg

Como é uma Tourada?

Quando e Onde: a temporada vai de Março a Outubro, todos os domingos às 19:00 h (nota: em Madrid, nessa época, o sol se põe às oito da noite). Em Junho é altíssima temporada e há touradas diariamente. Essa é a época da "Feria de San Isidro'' (festa de touradas), quando acontecem as melhores touradas. A Plaza de Las Ventas é a 'Meca' das touradas, rivalizando com a Plaza de Sevilha. Tickets podem ser comprados diretamente nas bilheterias de Las Ventas, com até dois dias de antecedância. Os preços situam-se entre US$ 5 e 80, dependendo da localização e da posição (sol , sol e sombra , sombra). Na sombra, há ingressos por volta dos 20 a 30 dólares. São os que recomendo. Também recomendo o uso de binóculos pequenos.

A melhor época pra ser assistir touradas em Madri é justamente durante os mêses de maio e junho, quando acontece o famoso festival de touradas de San Isidro. O Festival de San Isidro traz os melhores toureiros e touros. Durante o festival, o ponto alto das touradas em Madri, que dura 20 dias, diariamente há corridas, que começam sempre às 7 da noite. O festival apresenta touradas com novillos (touros jovens), rejones (touradas a cavalo cavalo) e Goyesca (com roupas de época). Durante o festival é a única época em que se pode observar os touros de perto, em seus currais, antes de erem transportados para a plaza, em La Venta de Batán , perto da estação Batán do metrô.

A corrida normalmente dura cerca de 2 horas, mas não há limite de tempo, pois tudo depende de quantos touros são mandados de volta pro curral ou quaisquer outros incidentes que não estão programados, mas podem ocorrer. Uma tourada normal traz 3 matadores (os únicos que efetivamente matam o touro) acompanhados de suas respectivas trupes e de 6 touros. Cada toureiro luta com 2 touros. Os matadores lutam em turnos, os mais experientes lutam primeiro. Mas um toureiro iniciante sempre receberá do toureiro experiente, que lutaria primeiro, a preferência de abrir a corrida, lutar em seu lugar, caso esteja estreando. Isto é chamado de dar la alternativa .

Os matadores são distiguidos dos demais pelos trajes, traje de luces (roupa de luzes) trabalçhadas e bordadas em dourado. Cada matador atua em seções de 15 minute, chamadas faena , que são divididas em 3 secções. A primeira envolve a apresentação do touro, na qual o toureiro o recebe com uma grande capa. Aqui o toureiro reconhece o touro e faz seus próprios julgamentos e define como lutará com o animal, analisando sua coragem, sua força e a validade geral da luta.

madri plaza de las ventas.jpgA Segunda seção da luta, la suerte de varas , envolve os picadores e os banderilleros . Picadores, nos seus cavalos usam longas lanças e sua função é atacar o pescoço do touro em um újnico lugar. A coragem do animal será definitivamente testada e descoberto seu potencial, aqui nesta seção. Quanto maior sua decisão e desprendimento em atacar o cavalo, melhor será a luta. Depois diso, os banderilleros terão de enfiar três pares de banderillas nas costas do touro.

O matador, então, recebe o touro sozinho na arena, no terço final da luta (faena), a mais interessante para os aficcionados. Usando uma pequena capa vermelha agora, o matador deve passar pelo touro tantas vezes quanto possível, o mais próximo de seu corpo que conseguir, inclusive tocando e roçando seu corpo no do animal, numa postura rígida do ponto de vista da tradição do ´balé´ em que se compõe a luta. Os maneirismos usados pelo toureiro são sempre os mesmos, ainda que cada um tenha seu próprio estilo, mas variações não são permitidas.

tourada.jpg

Depois de efetuar uma série de passos e ´manobras´ ele pegará uma espada realmente cortante e afiada, de fina ponta, a qual será usada não mais como elemento que complementa o conjunto de passos e manobras, mas para efetivamente matar o touro. Para isso o toureiro deverá ficar o mais próximo possível do touro, a uma distáncia de cerca de duas ou três espadas, a fim de que ele concentre-se em acetar uma única e certeira enfiada da espada após o pescoço do touro, em suas costas, em um ponto específico e mortal.

A luta, então, será julgada pelo público, que pode aplaudir e assobiar ou silenciar-se. Dependendo do grau de aprovação do público, avaliada pelo presidente da tourada, será dado ao toureiro uma ou duas de suas orelhas. O presidente mostra um ou dois lenços brancos.

Se o toureiro receber duas orelhas na mesma tarde, ele será carregado nos ombros e transportado assim para fora da arena até o portão principal. Ele terá ´aberto´ a Puerta Grande , o prêmio máximo para um toureiro.

Algo muito raro pode também ocorrer: se o público julgar o touro excepcional animal em coragem, bravura, força, poderá indultá-lo, manifestando-se favorável a que ele sobreviva com nobreza. Se o touro for ( indultado ), você terá assistido a algo muito raro numa tourada.

Reader Comments (150)

Que maldade!!!
Acho uma grande frescura isso de "maldade"! Os touros são criados para as corridas, sua carne não é própria para alimentação (se bem que as carcaças são doadas após as corridas) e afinal de contas é uma tradição. Tem regras, é um esporte e muitas das vezes o touro leva a melhor..o que é até justo. É muito lindo estar numa arena e assistir a belas "faenas"!!
Esse final de semana estive em uma tourada e achei uma barbaride tudo que vi! Esse tipo de entretenimento à morte de um animal é vergonhoso e cruel!
Deve ser extinto!!!!!
11:27 | Unregistered CommenterRoberta
Acho isso um absurdo, isso não e cultura e babarie contra os Animais, gostaria de ver esse toureros na arena no lugar dos touros, seria maravilhoso eles sentir os que os pobres animais indefesos sentem.
cada homem pode ter sua visão das coisas, que deve se reservar a si proprio !!!aos que atacam as touradas..pergunto se cuidam de sua vida oun se fazem uteis a natureza aos rios a o mundo que eles depredam sem menor conciencia..lixo nos rios CFC etc tenho absoluta certeza que se estes sabios fizessem força na direçao de solucionar estes problemas..esqueceriam as touradas pois estas em nada atrabalham a vida dos mesmos..e ainda mais que isto e uma tradição instituida a mais de mil anos pelos espanhois, sem isto os mesmos nao passariam de um povo se historia.
22:02 | Unregistered Commenterfabian
eu acho isso maldade com os animais
Estou tão revoltada com isso, vocês não imaginam! Vi ontem na TV essa horrível "cultura". Nunca vai ser cultura essa barbaridade! Só quero que vocês que gostam disso e praticam isso caiam na real. Façam isso entre si, deixam os animais de lado! Eles não tem nada a ver com esportes sangrentos! Isso é ridículo. Como pode aceitarem uma coisa dessa! Vocês espanhóis, façam parar com isso, protestam, lutam, a se eu pudesse fazer algo, já teria feito há muito tempo! Como ousam fazer isso. Vocês não tem coração, são monstros. Onde já se viu fazer os animais ficarem nervosos desse jeito, prenderem a mãe " touro " para que os filhotes nascem bravos e lutem com os humanos. Vocês nunca ouviram dizer em harmonia entre nós e animais? Com certeza não né? Isso vai acabar, tenho certeza!!! Se querem fazer isso, por que não lutam sem armas e um só com o Touro? Covardes demais vocês!!!
16:28 | Unregistered CommenterBianca
TODO comentário OFENSIVO, com palavrões, sem categoria, será DEVIDAMENTE EXCLUÍDO.

TODAS as opiniões feitas com repeito, categoria, educação e classe, serão mantidas, independentemente de qualquer outra coisa.
na minha opinião as touradas não são maldade nenhuma!
São apenas uma tradição de há muitos anos, muita gente diz que deviam ser abolidas mas a verdade é que só vê quem quer...
Aquilo que se passa na arena é uma ligação do cavaleiro com o touro que envolve muito respeito e não cobardia...
mas cada um tem a sua opinião...
9:22 | Unregistered CommenterCátia
Estes touros sao criados especialmente para isso, com varias, como se pode dizer, regalias e treinados para a arena, e uma raça especial para tal fim. MIURA. Sua carne e doada nos açougues da propria plaza, para pessoas pobres. Se vencedores, sao recolhidos para procriaçao. Agora, aos que defendem o fim deste esporte, como barretos tbm e um esporte. Nao seria um fim mais justo ao touro, onde ele ainda tem uma chance de pegar seu matador, ao contrario dos currais dos frigorificos, onde a matança de touros, bois e vacas e feita a sangue frio?
23:41 | Unregistered Commenterlawrence
Este verão estive em Benidorm e assisti a uma tourada, foi a primeira vez e a última. Foi possível ver tamanha crueldade que fazem com estes animais. Os espanhois vibravam com a morte do touro na arena....ainda bem que foi proibido em portugal a morte do touro. É um excelente espectáculo a tourada portuguesa.
14:30 | Unregistered Commentermarcia
A Tourada não é só um esporte ou uma tradição, e nem se justifica por ser um ou outro. A BELEZA da TOURADA reside na nobreza em que, não sem respeito ao touro, conteplamos com a vida e morte do animal. Se o Tourero nos dá prova de Valentia -- o mais importante a se aprender da Tourada é a VIRTUDE DA CORAGEM -- o touro nos ensina a como viver e morrer. "A MATAR O DA LA VIDA". Por uma causa honrosa, como dizia Cyrano de Bergerac.

Notem como a maioria das pessoas que aqui escreveram amam os animais e odeiam os homens. É o caso da França que hoje tem 80 milhões de cachorros e gatos, mas não tem filhos e quando os tem abortam. Idem para os seus pais, os mais velhos, decretados para morrer no hospital. É o fim da Caridade para com o homem. É a Civilização do Amor, para os animais. Do Aborto e da Eutanásia nenhum de vocês protestam.

Triste ocidente que não é mais Cristão, e sim budista.
Triste ocidente sentimentalizado e ecologista, que ama a divindade 'Natureza' e os espíritos dos animais, mas que promovem holocaustos humanos.

"Viva La Torada!"

Emílio
Sim, parabéns pelo resumo do "Que é a Tourada" Arnaldo. Ficou muito claro e objetivo.

POSUIMUS TE CUSTODEM!

Emílio
Olha, eu fui a uma tourada. Como espetáculo cultural, imperdível, uma experiência única.
Agora, é uma tremenda maldade sim, nunca apoiaria esse tipo de coisa no Brasil.
15:50 | Unregistered Commenterflavio
"Os touros são criados para as corridas"?
Os touros sao da raça animal tanto quanto a pessoa que falou isso.
Por que entao nao fazem corridas de sapos, lagartos...?
15:14 | Unregistered CommenterSara
Sim, os touros são criados especialmente para as corridas, assim como as galinhas para os matadouros, os porcos, os coelhos, as codornas, os perús de Natal, os bois, os cabritos.

Os touros são do mundo animal. Pessoas são do mundo humano.

Já existem corridas de sapos e lagartos nos Estados Unidos, mas são corrridas de distância.

Agradecemos pelas perguntas e pela visita.
oi. eu sou uma espanhola e moro en Barcelona!!
So quero dizer que eu quero issa cultura dos touros extinta!!!
não posso ver os animais desse jeito.
meu português é horrivel disculpem.
faz 3 anos que eu nao vou na Bahía do Brasiiil!

t-chau!

bjs!
21:24 | Unregistered CommenterCarla
CARLA, vc fala MUITO bem o português! OBRIGADO por escrever em português!
Que maldade!!!!
não acredito que essas pessoas tem coragem de fazer isso com um animal.
isso já devia ser levado para as autoridades faz tempo.
porque voces não invertem o papel para serem mortos por uma espada no pescoço???
Deve ser extinto sim!!!
18:46 | Unregistered Commenterjéssica
Vocês quem??!
Infelizmente até o Espanhol se sentimentalizou... Mas, como diz Camões, "até entre os portugueses traidores houveram", é compreensível que uma espanhola fique contra a tourada.

Ninguém vibra pela morte -em si- do touro...Vibra pela coragem, lealdade e bravura do toureiro em enfrentar um animal de 500Kg. Apenas ele e o Touro. E na arena, ninguém torce pelo touro. Torce pelo rapaz (porque são bem moços) que abrem o peito para enfrentar animal também tão destemido e bravo como o touro. Só os ecologistas sentimantais do século XXI para torcer desumanamente pelo touro.

Proponho que procurem melhor conhecer esta arte.
Colo abaixo alguns vídeos:

DVD Toreros para la historia
Esse DVD é de uma coleção de mais de 20 toreiros famosos. Achei no youtube:

Toreros para la historia El Juli

http://www.youtube.com/watch?v=D9iKFU_qaQo Parte 1

http://www.youtube.com/watch?v=mPZTzIHTY4w Parte 2

http://www.youtube.com/watch?v=0JzyAaQVpiM Parte 3

http://www.youtube.com/watch?v=lUHeIKq_XsQ Parte 4

http://www.youtube.com/watch?v=kPrFU-uPfM8 Parte 5

Aproveitem e vejam esse vídeo de Pablo Hermoso de Mendonza: http://www.youtube.com/watch?v=OfTQaEo7o_w

Fantástico!

Abraços

Emílio
2:02 | Unregistered CommenterEmilio
EMÍLIO< como desrcevi acima, o intuito desta matéria não é defender ou atacar as touradas, porque este blog não polemiza, informa! O intuito é esse mesmo, INFORMAR e dar subsídios às pessoas a conhecerem o determinado assunto.


Sua contribuição é válida e ficará aqui à disposição de todos para consulta. TODOS, sejam eles favoráveis ou contrários, terão seu espaço para se manifestarem.

Obrigado!
Assisti a varias tourada na plaza de las ventas, e achei um grande espetaculo, é como um partida de futebol, onde os jogadores brigam(lutam pela posse da bola) chegando a ficar fora de varias partidas por lesoes, como perna quebrada, cavicula, entre outras lesoes, na tentativa do gol.Assim é a tourada a trupe faz seu jogo até o toureiro fazer seu gol-sacrificar o touro.Tenho saudades das touradas em madrid.
11:11 | Unregistered Commenterjoao bosco
Para mim as touradas são uma tradição antiga que não se pode perder. Já assisti a muitas touradas e nunca vi nenhuma como a de Madrid. É demais
19:18 | Unregistered CommenterRicardo
Muito educativo tudo que foi escrito.

Muito obrigado!
18:20 | Unregistered CommenterFoster
Por nada, bem-vindo!
Com certeza uma das piores barbáries e burrices que o homem é capaz de fazer.
Novamente com toda certeza seria melhor ver esses toureiros espetarem até a morte a mãe deles do que fazer isso com um animal que estava quieto em seu canto e é obrigado a fazer o que não quer.
E ainda são chamados de bravos, homens, e até seres humanos.
Isto é uma bestialidade deveriam acabar com ias touradas porque é muita crueldade.
gostaria de ver esses matadores demonstrando sua valentia enfrentando o touro sozinho, sem a ajuda de outros homens covardemente armados, ai sim, a batalha seria respeitosa e justa. o conceito de cultura e lazer varia muito de pessoa para pessoa, ainda bem.
Isso é imoral! as pessoas participantes dessa imoralidades deveriam ser punidas, ou deveriam seder suas mães para que os touros se divirtam com elas!!!!


PALHAÇADA!!!!!!!!!!!!!! VER UM HOMEM VESTIDO DE PALHAÇO MATAR ANIMAIS INOCENTES QUE NÂO FAZEM NADA MAIS DO QUE LHE SÂO ENSINADOS!!!!
16:57 | Unregistered CommenterBruno
Gatunos, acham isso bem ??? deviam morrer voces
11:53 | Unregistered CommenterBno
O que representa a " Beleza, a Cultura e a Tradição " espanhola ante a morte agônica de um animal IRRACIONAL ,é bom que ressalte isso,frente a dejetos humanos denominados de toureiros,tidos absurdamente como"heróis" ?

A "Tradição e a cultura" do povo espanhol conseguiu, através de uma selvageria identica a praticada nas "lindas" touradas, exterminar com os Maias,uma das mais ricas e prósperas civilizações que se tem conhecimento.

Emílio e Maria Tereza, voçês deveriam usar uma fantasia de touro, e enfrentarem em uma arena as"FERAS HUMANAS" conhecidas como " Heróicos Toureiros" da mesma forma indefesa como os enfrentam seus irmãos irracionais, conhecidos como touros. Tenho dito!
13:36 | Unregistered Commentermarconi
Faz isso com o tourero pra ele ver se eh bom
9:04 | Unregistered CommenterFillipe
Marconi, você pretende misturar água e óleo. Não sei que cargas d'agua tem a relação entre tourada e a colonização Espanhola (Brava e virtuosa Espanha Colonizadora, que liquidou a barbárie nessa terra de Santa Cruz...) Não misture as coisas... E estude História(Os Maias!Imagine!) De preferência com referências sérias de bons historiadores, não apostilas de cursinho.

Não pretendo me fantasiar. Mas como eu queria ter a capacidade e a coragem de um toureiro...E de dar um golpe nobre no coração do animal, depois de um combate justo e leal...E como almejo um dia morrer com a dignidade de um touro, de pé, "combatendo o bom combate".

Pense bem com sua RAZÃO e gratifique sua inteligência(debilitada pela novela das 8). Não se zangue tanto...Pois se correr contra mim, a multidão vai gritar "olé".

"Oléé", marconi...Olééé.

Emílio
2:16 | Unregistered CommenterEmílio
Um combate justo e leal?

Temos ao nosso lado um raciocínio extraordinário, a consciência que do que somos, do outro o puro instinto animal de sobrevivência. Se um touro se olha no espelho, ele não se identifica, já o Toureiro veste sua fantasia.

O que seria um combate justo? Que honra há em enfrentar o "inimigo", sem que ele saiba que é inimigo?

O Toureiro é um artista (confesso) e nem toda arte é bela, mas ele dá show com o sangue e o sofrimento do touro. Que valores podemos tirar de uma tourada? Dignidade? Justiça? Nobreza? Poderiam ser 2 seres humanos lutando entre si, mas neste ponto somos bem sensatos, não é?

Abraço a todos.
Olá! A minha professora de espanhol passou um trabalho para os alunos, e o tema do meu grupo é justamente esse: 'La Torada'! E fiquei muito feliz ao encontrar esse site! Pois achei até vídeos aqui :)
Parabéns, achei o texto super acessível e educativo... Me ajudou muito! Obrigada!
15:28 | Unregistered CommenterKelly
Caro João Vitor,

Respondo-lhe com o mesmo respeito e educação com que você respondeu ao meus argumentos.

A questão da validade/legitimidade da tourada não ronda na racionalidade do humano x a irracionalidade do touro. Ronda no confronto de valores e a dignidade de um e do outro.

É bem sabido que até as banderilhas (espetadas no touro pelos "banderilleros") são milimetricamente medidas, sendo proibído ser maior que padrão estabelecido, para que não sofra o touro. Quando um toureiro erra o último golpe e faz sofrer o touro, o público simplesmente se retira, decepcionado pela má atuação do toureiro. Vejam que a maioria das pessoas que postam seus dizeres aqui transmutam a "provação" que passam os touros para os homens. Frases como " Faz isso com o tourero pra ele ver se eh bom" são comuns. Essas pessoas não pensam justamente em duas coisas primordiais: 1) a proporcionalidade física do touro com a nossa e, o ponto que você tocou, 2) a irracionalidade do animal.

Pense bem comigo:
1) o Touro é um animal naturalmente bravo e pesa de 500 a 700KG. Todos os golpes nele infligidos pelos banderilleros e piqueteiros não representam em nós senão um pequeno corte na mão ou onde seja. Essas coisas são feitas para estimular o touro, não para maltratá-lo. Não representam nada.

2) o maior sofrimento que existe não é físico, é moral. O boi, como você bem disse, é irracional. Não sabe(consciência) quem é o toureiro, o que é a arena ou praça de touros, quem está lá, pra quê nem porque. Não sabe nem mesmo(não conhece racionalmente, como você bem disse, quem é ele mesmo se se olhar no espelho). Então não tem dor moral, não chora quando gritam olé ou quem torce pelo toureiro e não por ele. Uma criança que leva um tropeço na rua e nos espatifa no chão não chora pela dor da queda, mas pela desmoralização de ter caído. Mesmo um adulto na mesma situação ficaria extremamente envergonhado. É a moral atingida que nos faz chorar. O Touro não sobre disso.

Assim, caro João Vitor, a tourada tem sim muitas coisas boas para nos ensinar, e as duas principais é como viver(heroicamente combatendo e lutando nessa vida por tudo que é bom e justo) contemplada no toureiro e como morrer (de pé, também heroicamente e com bravura, sem medo de qualquer ameaça), a qual contemplamos no touro. Tal é assim que há toureiros que fizeram história por suas virtudes de profissão e de vida bem como muitos TOUROS são lembrados e que entraram para a história da Tourada por sua valentia e valor.

Quanto ao modo de vestir dos toureios, creio que não existe maior solenidade e nobreza para se enfrentar a morte.

Um abraço,

Emílio
2:18 | Unregistered CommenterEmílio
Caro Arnaldo,

A intenção desses últimos dois posts foram 1) para me defender e 2) para INFORMAR, como você fez questão de sublinhar em posts anteriores.

Um abraço
2:24 | Unregistered CommenterEmílio
João Vitor,

Uma retificação.

*O Touro não SOFRE disso.
2:26 | Unregistered CommenterEmílio
Só pra corroborar o que eu disse acima, está na descrição do tópico:

"Algo muito raro pode também ocorrer: se o público julgar o touro excepcional animal em coragem, bravura, força, poderá indultá-lo, manifestando-se favorável a que ele sobreviva com nobreza. Se o touro for ( indultado ), você terá assistido a algo muito raro numa tourada."

Um espetáculo!

Então não se diga que é uma arena de horrores e de maltratos. Se for assim, não andem em mercados públicos, pois lá se mata bichos com muita naturalidade...

Emílio
2:34 | Unregistered CommenterEmílio
EMILIO e JOÃO VITOR, o blog está ABERTO a opiniões de todos os tipo, sejam elas contrárias ou favoráveis, DESDE que expressas com respeito, educação, como foi no caso de vocês. É IMPORTANTE ressaltar que essa minha matéria NUNCA tomou partido favorável ou contrário tanto do touro quanto da tourada.

O intuito foi mostrar COMO é a corrida, independentemente de minha opinião pessoal.

A contribuição dos leitores e as suas opiniões serão sempre livres e recebidas sem qualquer censura, desde que observadas as elementares regras de educação, respeito a religiões, raças, culturas, instituições e povos.

Sejam bem-vindos sempre leitores como vocês que discordam com classe, aidna que com energia expressem suas opiniões. PARABÉNS!.
O curioso é que sempre aparece gente para defender touros, gatos e cachorros de rua.... nunca vi ninguem defendento baratas, pernilongos ou gafanhotos....

Ué, Deus só criou os bichinhos bonitinhos??... Baratas não tem sentimentos não??.. Porque todo mundo quer matar o "mosquito da dengue", não teria ele alguma utilidade nos "planos de Deus", ou esse mesmo Deus que só criou os bichinhos bonitinhos teve senso de humor de criar algumas criaturas "sem utilidade" ao ser humano??

Pra mim, quem prega contra a tourada por ser "crueldade" contra os animais é hipocrita!

Com tanta gente morrendo de fome, passando necessidade na rua, desempregados.... acho que tem mta coisa pra mudar antes de criticarem as touradas....

Apenas minha opinião!
16:34 | Unregistered CommenterFernando

Acho que a critica e sim construtiva...mas existe todo um contexto emcima disso e toda uma tradiçao,e acho que poucas pessoas pelo menos aqui no brasil conceguem ver a beleza nesse esporte,que é sim um esporte belo,e por mais que falem mau a tourado nunca vai acabar...assim espero

0:09 | Unregistered CommenterLucas

Olá,
Bela reportagem! Só lamento q pessoas se reunam pra ver espetáculo tão ...sádico! eu hein! Pra mim,são do mesmo tipo dos q se reuniam no coliseu, no passado, pra assistir feras devorarem seres humanos indefesos!

abçs

16:57 | Unregistered CommenterAninha

Tanta coisa importante acontecendo no mundo e ainda se perde tempo discutindo touradas, vocês não mudarão nada contra atacando opiniões dos outros, então pra que esse disperdício de energia?
Acho válida a expressão de opiniões desde que seja com algum objetivo, que não é o caso aqui, estão apenas tentando convencer ou criticar uns aos outros...
Para quem gosta de touradas, vão e apreciem a festa ou massacre.
Para que não gosta, não vá, repudie ou até mesmo compre um touro e fique alimentando-o em casa.
[]s.

17:49 | Unregistered CommenterAndre

Pessoas que se reúnem para matar merecem a morte. Sangrenta, de preferência. Não se pode falar em direitos dos animais, pois animais, enquanto irracionais, não têm direitos. O que se deve falar é em deveres dos humanos. Os humanos, enquanto pensantes, têm dever de bem cuidar dos animais. Há exceções? Claro que há. Matar para comer, por exemplo. Matar animais que lhe sejam nocivos, como ratos. Mas matar por "tradição"? Desde quando tradição é algo necessariamente correto? Quem se move por tradição sem pensar sobre isso é, na verdade, um autômato. Então vamos ressuscitar a escravidão, já que por séculos os humanos faziam uns aos outros escravos. É uma coisa linda, não acham? Tradição! Tradição!

16:15 | Unregistered CommenterDead boy

eu acho q a tourada judia muito dos touros
pois nem mesmo eles merecem ser tratados desse geiro
nem mesmo um animal

9:35 | Unregistered CommenterGabriela

Pois é. A tourada é lesa Majestade! Permitam-me algumas perguntas. Será que os anti-touradas nunca caçaram coelhos, lebres e perdizes, or exemplo? E quando o fazem estão armados de espada ou espingarda repetidora? Será que dão aos caçados a hipótese de matarem o caçador? E, mesmo que não tenham caçado, nunca comeram desses animais? Por acaso, serão vegetarianos e os vegetais não sofrem quando são colhidos e esquartijados? E nem falo dos rodeios, espetáculos que os civilizados americanos e brasileiros tanto apreciam, em que animais MANSOS, REPETIDAMENTE são "meigamente" tratados, entre outras coisas, lhes passam uma correia de couro apertando-lhes os orgãos sexuais, para se "TORNAREM" BRAVOS. Isso sim é selvagaria além de uma enorme mentira! Chega de tanta hipocrisia! Não gostam de touros, então nem passem por Espanha.

eu axo isso uma vergonha pq ta certo q cada um tem a sua opiniao mais po meu coitado dos touros q sofrem pra caramba la são mortos a toa uma tourada é uma coisa mto legal de se ver mais pq temque maltratar os touros?

22:13 | Unregistered Commenteranne

EMÍLIO

Com grande alegria li sua resposta ao meu comentário, aliás, muito bem fundamentada e válida de estar presente em qualquer roda sob tal discussão. E ela me veio como ponte para outra reflexão:

Acredito que pela força cultural do meio onde muitas pessoas aqui se encontram, inclusive eu, desvalorizamos tal importância tradicional/cultural da tourada, enquanto é bem caracterisco da maioria transformarem animais irracionais, os quais a dor moral se ausenta, em pessoas. A única forma de eu me colocar na pele do meu cachorro é transformando-o em humano, só assim me encaixo para tal percepção (ilusão), só assim sentirei dor por ele.

Choca ver o touro sangrando, sabendo de toda sua inocência (irracionalidade). Poderia haver outra maneira de traduzir todo heroísmo e justiça sem derramamento de sangue, que de primeira remete a dor na carne. Mas isso seria para o alívio moral dos que não concordam. Mas como a tourada é como ela é, ainda sua importância cultural deve ter um peso maior em qualquer formação de opinião.

Abraço!

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.