MENSAGEM ao LEITOR
CONHEÇA QUEM ESCREVE

BEM-vindo ao Fatos & Fotos de Viagens, um blog sem jabá e não vulgar

        EXISTE no viajar e no escrever relatos de viagens um terreno fértil para demonstrações de arrogância. É algo simplesmente disseminado. Tanto no mundo virtual quanto na literatura. Mas o que o maravihoso mundo da viagens precisa é de mais viajantes humildes, não de "especialistas" caga-regras que determinam de tudo: desde como arrumar sua mala ao único tipo que você deve comprar, do lugar que você tem que ir, caso contrário sua viagem será uma merda. Nunca tão maravilhosa como a dele. As classificações dos lugares também. Tem sobrado superficialidade a egocentrismo. Autores assim não percebem que tudo é muito subjetivo e pessoal, que a experiência e o prazer de alguém não será necessariamente igual ao de outro.  Sobretudo as necessidades.

      A blogosfera "profissional e "monetizada" vulgarizou-se e tornou-se banal. Carecemos de gente que escreva para motivar e inspirar, para alargar horizontes, de viajantes que "mostrem" os lugares em vez de "ensinarem" a viajar. Moderadamente, ponderadamente, sem afetação típica de deslumbrados que viajam pela primeira vez em classe executiva e precisam espalhar para o mundo em resenhas risíveis. Ao contrário, a blogosfera

       ESTE blog, ao contrário, não fez concessões à vulgarização dos blogs depois da "profissionalização" e da monetização de alguns. Ao contrário, este é um blog singelo, simples, pequeno, inexpressivo na blogosfera, não despesperado por audiência nem seu autor se dedica mais à sua divulgação nas redes sociais do que à escrita. Tento dar graça à leitura e consolidar algo que prezo muito: confiabilidade, credibilidade.

        COMECEI a viajar tarde, você sabe. Por falta de dinheiro. Até que um dia viajei pela primeira vez ao exterior. Eu tinha 35 anos. Fui assim apresentado ao então desconhecido mas fabuloso mundo das viagens. Jamais, todavia, pensaria visitar mais de 60 países, alguns muito improváveis à época. Irã, Uzbequistão, Myanmar, Etiópia, Quirguistão entre eles. Mas foi recentemente que compreendi que as viagens ficam pra sempre, não as coisas. E que é por esse mundo ser tão diverso, por cada país ser tão diferente, que me parece tão atraente e divertido.

       NÃO sou escritor profissional. Tampouco jornalista. Mas invejo esses profissionais por dominarem o idioma, a gramática e as palavras.  Ainda assim, faço meu melhor, meu caro, estimado, raro e precioso leitor. Então, peço-lhe que considere algo: que mesmo escrevendo com sensibilidade e responsabilidade, incorro em erros. Se quiser, aponte-os. Tanto gramaticais quanto de digitação. Como tenho revisor profissional, antes de publicar dou curso a incansáveis revisões. E também submeto-os ao crivo de minha esposa. Ainda assim, alguns nos escapam.

      SOU brasileiro, empresário e casado com a Emília do blog "A Turista Acidental" e desde que a conheci (e antes mesmo de nos casarmos), tornou-se a "mais-que-perfeita" companheira de vida, de idéias, de projetos e ideais, sobretudo encantadora, adorável e inspiradora companhia de viagens e de aventuras. Com ela compreendi o que significa "prazer de viajar". Foi (e continua sendo) minha melhor fonte de inspirações e de motivações. Tanto que qualifico minhas viagens como "antes e depois" da Emília e "antes e depois" da Índia. Foi com ela que percebi o que quis dizer Érico Veríssimo com "Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado certamente chegará mais longe." Somos pais de gêmeos - uma menina e um menino - nascidos em julho de 2015, e de um filho de 34 anos do meu primeiro casamento, em quem o gosto pelas viagens pareceincorporado. Não sou avô, mas as coisas estão bem encaminhadas neste sentido.

       HOJE com 64 anos (boa parte deles dedicados à família e ao trabalho), foi apenas aos 35 que pude começar a viajar internacionalmente. Desde então visitei 61 países, entre os quais alguns dos mais fascinantes e com os sítios mais admiráveis do planeta. Felizmente, para alguns deles ainda a salvo do turismo de massa, cujos excessos arruinam qualquer lugar. Em março de 2006, quando iniciei este blog, o fiz como meio de comunicação com a família e amigos. Anos mais tarde eu descobri o poder de contar histórias em textos e fotografias, e logo ele tomou outro rumo, provavelmente porque os leitores gostavam dos textos e das fotos, ou então porque na época havia pouquíssimos blogs.

       FIZ cerca de 90 viagens internacionais, voei por 40 cias. aéreas diferentes (algumas extintas) em 391 vôos para fora do Brasil e dentro de outros países e em todas as classes possíveis. Segundo Haroldo Castro - jornalista-fotógrafo-escritor que já esteve em 160 países -, o maior viajante que conheço, em seu teste "Viajologia" que se pode fazer em seu site, que considera não apenas a quantidade de países visitados, mas lugares, monumentos e patrimônios, além de transportes, experiências e situações difícieis porque passam os viajantes, alcancei "Mestrado em Viajologia". Mas isso não é nada diante de gente que lá já "graduou-se" em pós-doutorado.

Escrevo este blog sob uma perspectiva lúcida e sem concessões à monetização sem critérios

        Eliminei o contador de visitas deste blog quando marcava mais de 6 milhões. Audiência hoje em blog é decadente. Viajar, escrever e publicar algo que inspire e icentive o leitor é o que mais me motiva. NUNCA como blogueiro interventor nas viagens alheias, ou caga-regras dizendo como alguém deve viajar e que tipo de mala usar e essas chatices que definem as pessoas homogeneamente.Parece ser o que traz os leitores até aqui. Ou porque gostem de fotografia, para além da leitura odepórica, como eu. E por este blog não ter captulado à ambição e vaidade que levou tantos autores de blogs à monetização sem critérios, sobretudo enganando leitores, cada dia torna-se menorzinho e menos importante. Se continuarem assim, os blogs precisarão ser reinventados. Este aqui nasceu livre e assim será até morrer. Por enquanto estou sempre por aqui. Nem que seja em pensamento. Só não sei até quando.

         Agradeço a visita e os comentários e desejo boa viagem aos leitores.

Em tempo: este blog não integra nenhuma associação disfarçada de incentivos à monetização. Mas se um dia fundarem a ABBLI (Associação Brasileira de Blogs Livres e Independentes), por favor, me convidem!

#blogsemjaba

COMENTÁRIOS
RSS - Quer subscrever?
AddThis Feed Button

Share/Bookmark

VIAJE neste blog

Fotos de viagens
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« Cruzeiros marítimos: quebrando mitos! | Main | Cruzeiros marítimos: Costa Cruzeiros - Buon giorno! Buona sera! Capítulo 2 »
Terça-feira
Nov272007

Cruzeiro pelo Mediterrâneo - Capítulo TRÊS

Informações práticas e importantes sobre ESTE e OUTROS cruzeiros marítimos

Antes do embarque - Trajes e Bagagem

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2024.JPG

 

Trajes

Para o dia-a-dia, recomendam-se trajes esportivos e informais. Nas Noites de Gala recomenda-se o uso de paletó e gravata. Não é fundamental nem obrigatório o traje a rigor. Pode haver também uma Festa a Fantasia, que depende do navio e de seu percurso, mas isso se arruma no próprio navio ou nos portos por onde ele parar. Isso é mais comum no Marrocos e no Egito, por exemplo.  É proibido o uso de trajes de banho no restaurante e nos corredores.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2001.JPG

Bagagem

O limite de bagagem é de 90 kg por hóspede. Lembro que para trechos aéreos os hóspedes devem respeitar os limites de peso estabelecidos pelas Cias.Aéreas. As malas devem ser etiquetadas e no caso da Costa Cruzeiros eles mandam estiquetas auto-adesivas com número da cabine e o nome do hóspede, as quais deverão postas na bagagem antes do check-in no navio. Também é recomendável diferenciar sua mala com fitas de mais de uma cor, o que facilita sua identificação no momento do desembarque.  

493463-1177053-thumbnail.jpg       493463-1177057-thumbnail.jpg

Transfer opcional

Para o porto de Savona é possível adquirir serviços opcionais de transfer mediante consulta prévia, anterior à efetivação da reserva do cruzeiro, ao preço de 37 Euros por pessoa, a partir de Milão. O percurso sai da Estação Central de Trens, em MIlão, e leva cerca de 3 horas até o Porto de Savona.

Documentação

Varia consideravelmente em função do destino. Por exemplo: Destino Líbia: por determinação do governo da Líbia não é permitido o embarque de hóspedes cujos passaportes tenham vistos (mesmo que vencidos) de entrada/saída em Israel bem como de pessoas naturais daquele país. 

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2004.JPG

Destino Ásia: para todos os cruzeiros cujo destino seja a Ásia é necessário passaporte válido por pelo menos seis meses após a data do final do cruzeiro.  Para paradas no Vietnã e na China, um visto de trânsito é necessário, o qual será obtido pela Costa Cruzeiros e cobrado como despesa a bordo. Para a parada em Sanya, os passageiros participantes de excursões da Costa não precisam de visto. Para desembarcar desacompanhado, será necessário um visto individual, o qual pode ser solicitado no navio 24 horas antes do desembarque. Confira outras exigências de vistos e possíveis mudanças ao fazer a sua reserva.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2005.JPG

Destino Dubai e Emiratos Árabes Unidos: para os cruzeiros cujo destino seja Dubai e demais Estados dos Emiratos Árabes Unidos é necessário portar passaporte com pelo menos seis meses de validade após a data do final do cruzeiro, além de visto de trânsito, que deve ser consultado no ato da reserva do cruzeiro. Destino Egito: os cruzeiros para a Egito requerem que o passageiro porte passaporte válido até pelo menos dos meses após a data do final do cruzeiro.

493463-1177079-thumbnail.jpg 493463-1177082-thumbnail.jpg 493463-1177088-thumbnail.jpg

My Costa

www.costacruzeiros.com.br/mycosta

Após a compra do cruzeiro, já a partir do dia seguinte, você poderá visualizar na página acima todos os detalhes da sua reserva e adquirir outros serviços e pacotes especiais a serem pagos no final do cruzeiro, tais como excursões. Para isso basta seguir as instruções e digitar o número da sua reserva, usando as mesmas informações pessoais fornecidas no ato da reserva.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2009.JPG

No porto Embarque - Check-in e Check-out

O check-in será feito 4 horas antes da saída do navio. Desembarque: na noite anterior ao desembarque é preciso deixar as malas nos corredores, do lado de fora da cabine. Mas não se preocupe que todas as informações serão dadas a tempo, durante a navegação.

Controles de segurança (da própria Costa Cuzeiros)

Conforme previsto pela legislação internacional, ao voltar a bordo do navio os passageiros sempre terão que passar pelo detetor de metal e a bagagem de mão deverá escaneada na máquina de raio x. Para a segurança do passageiro e para facilitar essa operação todos os objetos metálicos devem ser retirados dos bolsos, exatamente como nos procedimentos de segurança dos aeroportos.  Evite comprar armas antigas, facas, punhais, espadas ou objetos similares durante as excursões nos lugares de escala. Se os passageiros forem encontrados em poder desses artigos a equipe de segurança poderá retê-los.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2010.JPG

No cruzeiro:

O que está incluído. Além da cabine escolhida, 5 refeições diárias, o entretenimento a bordo, a participação em todas as atividades de animação, jogos, concursos, espetáculos musicais e artísticos, bailes e festas programadas todas as noites, a utilização de todos os equipamentos disponíveis no navio, tais como piscina, espreguiçadeiras, sala de ginástica e musculação, sauna, hidromassagem, biblioteca, discoteca, jogos, coquetel do Comandante e uso do cofre.

 

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2011.JPG

O que não está incluído

As excursões em terra assim como transfers e bilhetes aéreos, bebidas, lavanderia, serviço de revelação e fotografias, cabeleireiro, massagem, telecomunicações, consultas médicas, medicamentos e qualquer outra despesa de caráter pessoal serão debitadas na conta do passageiro.

 

493463-1177155-thumbnail.jpg      493463-1177162-thumbnail.jpg

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2017.JPG

Jornal diário de bordo

Recomendo aos passageiros lerem diariamente o jornal de bordo - “Today” -, distribuído nas cabines e disponível na Recepção. Nele constam todos os horários de atividades do dia e da noite, dicas do porto do dia, instruções acerca das excursões, enfim, tudo bem explicadinho para melhor aproveitamento de todas as atividades. Além disso as hostesses ficam diariamente à disposição para qualquer informação ou esclarecimento de dúvidas, que também podem ser tiradas nos balcões de Guest Relations e de Excursões.

493463-1177166-thumbnail.jpg      493463-1177173-thumbnail.jpg

Cabines e Suítes

Room Service: para o café da manhã na cabine, o serviço é gratuito, bastando preencher o menu e pendurá-lo fora da cabine na noite anterior. Para os demais pedidos o serviço está disponível 24 horas e é cobrada uma taxa. • Eletrodomésticos na cabine: por motivos de segurança não é permitido o uso de eletrodomésticos na cabine, especialmente ferro de passer roupa, com exceção de barbeadores elétricos. . As cabines têm secador de cabelos. • Equipamentos de som: é proibido o embarque de equipamentos de som com qualquer tipo de sistema de amplificação.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2014.JPG

Serviços de bordo

Recreação: Monitores especializados por faixa etária:  Squok Club - 3 a 6 anos;  Junior Club - 7 a 12 anos; Teen Club - 13 a 17 anos; Adultos - a partir de 18 anos. Crianças menores de 3 anos ficarão sob cuidados dos pais ou responsáveis. • Fotógrafo: há um serviço de fotógrafos que documenta todos os eventos da viagem. O hóspede pode adquirir as cópias no escritório dos fotógrafos, a bordo. • Atividades de bordo: América do Sul: programadas diariamente, são muitas as atividades. Pela manhã o hóspede encontrará instrutores para ginástica, cooper ao ar livre ou ainda sessões de aeróbica, além de jogos de piscina, diversos campeonatos, aulas de dança, xadrez, dama, buraco,etc. Uma equipe de recreação infantil mantém as crianças acima de 3 anos ocupadas durante todo o dia. Ao entardecer, nos bares internos, há atividades musicais e à noite há shows, cassino, música para dançar, jogos, discoteca, cinema, entre outras atividades que variam de navio para navio e por destino. 

493463-1179104-thumbnail.jpg 493463-1179129-thumbnail.jpg 493463-1179157-thumbnail.jpg

Restaurantes, bares e outros

Refeições: América do Sul: são servidas 5 refeições diárias. Café da Manhã: servido em 3 lugares - na cabine, no buffet externo e no salão restaurante. Almoço: servido em 2 lugares - no restaurante, 12h15 (1º turno) e 13h45 (2º turno) e no buffet externo. Chá das 17h00 no buffet externo. Jantar: só no restaurante, 19h45 (1º turno) e 22h00 (2º turno). Ceia, às 24h00,servida no restaurante ou, às vezes, na piscina. Informações a respeito são divulgadas diariamente no jornal de bordo. • Turnos de refeição e escolha de mesas no restaurante: a preferência para a seleção do turno de refeição deverá ser assinalada no momento da reserva. Informe também se há conhecidos e amigos no mesmo cruzeiro para que seja possível tentar acomodá-los próximos. A informação é registrada apenas como indicação de preferência, não garantindo a confirmação do turno. O turno e a mesa serão confirmados a bordo.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2020.JPG

Modalidades de pagamento a bordo

Como pagar a bordo: América do Sul: ao embarcar o hóspede receberá o cartão magnético Costa que será utilizado para pagamento das despesas a bordo. No momento do embarque o hóspede definirá como serão quitadas as despesas efetuadas com o cartão Costa, podendo optar por Dólares Americanos, Traveller Checks em Dólares Americanos, Reais em espécie (exceto em viagens transatlânticas), e os cartões de crédito American Express, MasterCard e Visa com validade internacional. Atenção: não serão aceitos cartões Diners, cheques pessoais ou de empresas. As únicas despesas que não podem ser pagas com o cartão Costa são as do Cassino. Pagamentos com Traveller Checks terão sobretaxa de 4% sobre o valor da operação. Outros mercados: a moeda em vigor a bordo é o Euro, com exceção dos cruzeiros pelo Caribe do Costa Fortuna e Costa Mediterranea, dos cruzeiros na América do Sul, das travessias atlânticas Brasil- Itália, dos cruzeiros de (5) cinco noites do Costa Allegra no Oriente, para os quais a moeda em vigor a bordo é o Dólar Americano. Os hóspedes que não registrarem seu cartão de crédito pessoal deverão efetuar, até 48 horas após o embarque, um depósito no valor de EUR 150,00 / USD 150,00 por pessoa (ou moeda equivalente aceita pelo navio). Se as desepsas a bordo excederem quantia depositada, o hóspede será solicitado a fazer um novo depósito. Ao final do cruzeiro após o fechamento das contas, em caso de saldo positivo, o reembolso em dinheiro será feito na mesma moeda utilizada no momento do depósito.

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%2026%20Nov%2023.JPG

Telecomunicações e Internet

Correio: selos à venda no navio; • Fax/ Telefone/ Internet: consulte tarifas a bordo. Na comunicação terra/navio, mencionar sempre o nome do hóspede e número da cabine. A estação de rádio funciona 24 horas, somente quando o navio estiver em navegação. • Celulares: todos os navios da frota dispõem de cobertura GSM/ Tim, que permite comunicação durante a navegação (tarifa internacional via satélite).

Outras Informações

Valores e Jóias: a Companhia não se responsabiliza por objetos e valores deixados nas cabines. Além dos cofres individuais das cabines, a Companhia coloca à dispozição do passageiro o uso do cofre da Recepção do navio. • Alimentos e bebidas: em observação às exigências sanitárias, é vedado o consumo a bordo de alimentos e bebidas (águas, refrigerantes, cervejas, alcoólicos) adquiridos fora do navio nos portos de escala. O pessoal responsável pela segurança do navio está autorizado a recolher esses volumes e devolvê-los aos hóspedes ao final da viagem no momento do desembarque. • Comemorações especiais: aniversários, bodas de casamento e lua-de-mel poderão ser comemorados a bordo, caso o passageiro comunique no momento da reserva. Para isso, o Agente de Viagens, ao receber os documentos dos hóspedes poderá, mediante pagamento da taxa correspondente, solicitar à Costa Cruzeiros um bolo especial para a respectiva comemoração. • Menores de idade: não é permitido o embarque de menores de 18 anos desacompanhados dos pais ou responsável bem como, de bebês com idade inferior a três meses. Este limite mínimo de idade é elevado para 12 meses no caso de cruzeiros no Oceano Índico e Oriente e/ou com duração superior a 15 dias, além de no caso de cruzeiros transatlânticos.

493463-1179264-thumbnail.jpg      493463-1179276-thumbnail.jpg

Taxa de Serviço

Cruzeiros na América do Sul: a taxa de serviço será adicionada automaticamente à tarifa do cruzeiro e é calculada por pessoa, por dia de cruzeiro, ao valor de U$ 3,00 por dia para menores de 14 anos e de U$ 6,00 por dia para adultos. O consumo de bebidas nos bares e restaurantes terão acréscimo de 15% de taxa de serviço. Outros destinos: a cada dia será lançado na conta do hóspede a taxa de serviço para todos os serviços de hotelaria a bordo. O pagamento será no final do cruzeiro. O valor pré estabelecido será de 6,00 euros por dia por adulto, em destinos em que o euro for a moeda corrente e para todos os cruzeiros com duração de 8 dias ou menos. 4,50 euros por dia por adulto para os cruzeiros de maior duração. 8,50 dólares por dia por adulto para os cruzeiros de sete dias no Caribe. 10,00 dolares por dia e por adulto para os cruzeiros de sete dias no Caribe e  7,50 dolares por dia por adulto para os cruzeiros com maior duração, de 6,00 dolares por dia e por adulto para os cruzeiros até 5.   Crianças menores de 14 anos não pagam e hóspedes entre 14 e 17 anos pagam 50% dos valores acima indicados no tópico "Outros destinos".   A empresa destina completamente a quota de serviço inteiramente ao pessoal encarregado da prestação de serviços de hotelaria a bordo, no âmbito de um sistema salarial igualitário e de incentivos regulados por normas compartilhadas com as organizações sindicais nacionais e internacionais das categorias mais representativas. A taxa de serviço tem como objetivo a melhora da qualidade dos serviços oferecidos a bordo. 

CRUZEIRO%20Costa%20Atlntica%20Blog%20A1%2041.JPG


A Costa Cruzeiros é a única companhia de cruzeiros que conseguiu o certificado internacional SA 8000 relativa ao comportamento ético e de responsabilidade social. A taxa de serviço constitui-se em parte integrante do preço total do cruzeiro e por isso o valor não pode ser modificado.

Enclosure

Reader Comments (5)

Arnaldo

Muito istrutiva a série: mas não deixe de alertar que em lugares civilizados, as excursões compradas no navio chegam a custar 5 vezes mais caro do que fazer o mesmo programa por conta, de onibus, ou o dobro do preço de um taxi fretado.
7:06 | Unregistered CommenterErnesto
ERNESTO, as excursões podem antecipadamente serem verificadas tanto em termos de roteiro quanto de preços na página da cia. e por navio. Elas custam em torno dos 35 a 65 euros por pessoa, dependendo do destino. A média dos preços que paguei ficou em torno dos 40 euros por pessoa para excursões cujo prázo médio eram de 5 horas, sendo que duas delas com refeições incluídas e todos os custos de ingressos e museus, atrações, etc. Levando em conta a praticidade do ônibus estar na "porta" do navio ao início e término do passeio, ter um guia de fala espanhola ou portuguesa, incluir os custos de ingressos, achei sinceramente MUITO em conta. Acho difícil, nos destinos que fui, encontrar algo que pudesse custar metade disso. Excursões como a Pompéia, por exmplo, que distam cerca de duas horas do porto, acho impossível custarem menos que isso, mesmo em vans. Todavia, em alguns casos, como em Nassau, Bahamas, ao sair do navio vc terá à disposição uma infinidade de vans e taxis para fazer seu próprio roteiro.
Arnaldo, que guia completo! Estou adorando...
Esse passo a passo ajuda a todos a se programarem melhor, gostei também da lembrança do cruzeiro internacional verificar os outros países e a necessidade também de visto entre outras coisas. Esta show. Abs
12:27 | Unregistered CommenterPatsy
Em geral Arnaldo, fiz tudo por conta nos navios que fui,até mesmo na complicada Russia. Mesmo quando se fretava um taxi, o que não era o mais comum, o preço que pagavamos era a metade do cobrado no navio. Eu em geral não faço tanta questão assim de ter um guia do meu lado, Nos outros portos da Europa em que fui, como na Alaemanha, a diferença era maior, pois era possivel ir de trem nas atrações, e no Chile e Argentina, a diferença de preços chegava a 4 vezes. Mas, esta é a minha experiencia pessoal, e quem nunca foi a um lugar, ou se sente inseguro deve pegar a excursão do navio para não chegar atrasado, pois o navio sai no horário, com ou sem voce....
22:50 | Unregistered CommenterErnesto
Sim, claro, ERNESTO< nem todo lugar precisa de guia do lado, porque a gente se informa, lê antes e sabe caminhar bem, temos experiência. Mas em se tratando de certos países e considerando que temos apenas UM dia naquele porto, até conseguirmos ir pro local distante, arrumar um esquema alternativo, já perdemos tempo demais, às vezes até fundamental. Por falar em RÚSIA, tenho a maior vontade de ir a Moscow e São Petersburgo, mas não iria só sem um esquema bem montadinho. O que vc sugere? Como foi sua experiência? Obrigado e um abraço.

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.