MENSAGEM ao LEITOR
CONHEÇA QUEM ESCREVE

BEM-vindo ao Fatos & Fotos de Viagens, um blog sem jabá e não vulgar

        EXISTE no viajar e no escrever relatos de viagens um terreno fértil para demonstrações de arrogância. É algo simplesmente disseminado. Tanto no mundo virtual quanto na literatura. Mas o que o maravihoso mundo da viagens precisa é de mais viajantes humildes, não de "especialistas" caga-regras que determinam de tudo: desde como arrumar sua mala ao único tipo que você deve comprar, do lugar que você tem que ir, caso contrário sua viagem será uma merda. Nunca tão maravilhosa como a dele. As classificações dos lugares também. Tem sobrado superficialidade a egocentrismo. Autores assim não percebem que tudo é muito subjetivo e pessoal, que a experiência e o prazer de alguém não será necessariamente igual ao de outro.  Sobretudo as necessidades.

      A blogosfera "profissional e "monetizada" vulgarizou-se e tornou-se banal. Carecemos de gente que escreva para motivar e inspirar, para alargar horizontes, de viajantes que "mostrem" os lugares em vez de "ensinarem" a viajar. Moderadamente, ponderadamente, sem afetação típica de deslumbrados que viajam pela primeira vez em classe executiva e precisam espalhar para o mundo em resenhas risíveis. Ao contrário, a blogosfera

       ESTE blog, ao contrário, não fez concessões à vulgarização dos blogs depois da "profissionalização" e da monetização de alguns. Ao contrário, este é um blog singelo, simples, pequeno, inexpressivo na blogosfera, não despesperado por audiência nem seu autor se dedica mais à sua divulgação nas redes sociais do que à escrita. Tento dar graça à leitura e consolidar algo que prezo muito: confiabilidade, credibilidade.

        COMECEI a viajar tarde, você sabe. Por falta de dinheiro. Até que um dia viajei pela primeira vez ao exterior. Eu tinha 35 anos. Fui assim apresentado ao então desconhecido mas fabuloso mundo das viagens. Jamais, todavia, pensaria visitar mais de 60 países, alguns muito improváveis à época. Irã, Uzbequistão, Myanmar, Etiópia, Quirguistão entre eles. Mas foi recentemente que compreendi que as viagens ficam pra sempre, não as coisas. E que é por esse mundo ser tão diverso, por cada país ser tão diferente, que me parece tão atraente e divertido.

       NÃO sou escritor profissional. Tampouco jornalista. Mas invejo esses profissionais por dominarem o idioma, a gramática e as palavras.  Ainda assim, faço meu melhor, meu caro, estimado, raro e precioso leitor. Então, peço-lhe que considere algo: que mesmo escrevendo com sensibilidade e responsabilidade, incorro em erros. Se quiser, aponte-os. Tanto gramaticais quanto de digitação. Como tenho revisor profissional, antes de publicar dou curso a incansáveis revisões. E também submeto-os ao crivo de minha esposa. Ainda assim, alguns nos escapam.

      SOU brasileiro, empresário e casado com a Emília do blog "A Turista Acidental" e desde que a conheci (e antes mesmo de nos casarmos), tornou-se a "mais-que-perfeita" companheira de vida, de idéias, de projetos e ideais, sobretudo encantadora, adorável e inspiradora companhia de viagens e de aventuras. Com ela compreendi o que significa "prazer de viajar". Foi (e continua sendo) minha melhor fonte de inspirações e de motivações. Tanto que qualifico minhas viagens como "antes e depois" da Emília e "antes e depois" da Índia. Foi com ela que percebi o que quis dizer Érico Veríssimo com "Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado certamente chegará mais longe." Somos pais de gêmeos - uma menina e um menino - nascidos em julho de 2015, e de um filho de 34 anos do meu primeiro casamento, em quem o gosto pelas viagens pareceincorporado. Não sou avô, mas as coisas estão bem encaminhadas neste sentido.

       HOJE com 64 anos (boa parte deles dedicados à família e ao trabalho), foi apenas aos 35 que pude começar a viajar internacionalmente. Desde então visitei 61 países, entre os quais alguns dos mais fascinantes e com os sítios mais admiráveis do planeta. Felizmente, para alguns deles ainda a salvo do turismo de massa, cujos excessos arruinam qualquer lugar. Em março de 2006, quando iniciei este blog, o fiz como meio de comunicação com a família e amigos. Anos mais tarde eu descobri o poder de contar histórias em textos e fotografias, e logo ele tomou outro rumo, provavelmente porque os leitores gostavam dos textos e das fotos, ou então porque na época havia pouquíssimos blogs.

       FIZ cerca de 90 viagens internacionais, voei por 40 cias. aéreas diferentes (algumas extintas) em 391 vôos para fora do Brasil e dentro de outros países e em todas as classes possíveis. Segundo Haroldo Castro - jornalista-fotógrafo-escritor que já esteve em 160 países -, o maior viajante que conheço, em seu teste "Viajologia" que se pode fazer em seu site, que considera não apenas a quantidade de países visitados, mas lugares, monumentos e patrimônios, além de transportes, experiências e situações difícieis porque passam os viajantes, alcancei "Mestrado em Viajologia". Mas isso não é nada diante de gente que lá já "graduou-se" em pós-doutorado.

Escrevo este blog sob uma perspectiva lúcida e sem concessões à monetização sem critérios

        Eliminei o contador de visitas deste blog quando marcava mais de 6 milhões. Audiência hoje em blog é decadente. Viajar, escrever e publicar algo que inspire e icentive o leitor é o que mais me motiva. NUNCA como blogueiro interventor nas viagens alheias, ou caga-regras dizendo como alguém deve viajar e que tipo de mala usar e essas chatices que definem as pessoas homogeneamente.Parece ser o que traz os leitores até aqui. Ou porque gostem de fotografia, para além da leitura odepórica, como eu. E por este blog não ter captulado à ambição e vaidade que levou tantos autores de blogs à monetização sem critérios, sobretudo enganando leitores, cada dia torna-se menorzinho e menos importante. Se continuarem assim, os blogs precisarão ser reinventados. Este aqui nasceu livre e assim será até morrer. Por enquanto estou sempre por aqui. Nem que seja em pensamento. Só não sei até quando.

         Agradeço a visita e os comentários e desejo boa viagem aos leitores.

Em tempo: este blog não integra nenhuma associação disfarçada de incentivos à monetização. Mas se um dia fundarem a ABBLI (Associação Brasileira de Blogs Livres e Independentes), por favor, me convidem!

#blogsemjaba

COMENTÁRIOS
RSS - Quer subscrever?
AddThis Feed Button

Share/Bookmark

VIAJE neste blog

Fotos de viagens
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« Oahu, Hawaii: Hanauma Bay | Main | Havaí: Oahu - Inverno na Crista da Onda »
Domingo
Dez302007

Havaí: Oahu - É fácil conhecer a ilha

     GETTING TO KNOW OAHU! - CONHECENDO A ILHA de OAHU

Começando por HONOLULU e WAIKIKI

Hava%20%20Blog%20Honolulu%20A%20%2001.jpg

As clássicas e fotogênicas cabines dos Salva-vidas, em Ala Moana - Honolulu

(CLIQUE AQUI e veja as fotos no MAPA)

                    Até dezembro de 2000 o Havaí era um dos maiores e mais longínquos mitos turísticos do meu imaginário. O arquipélago ficava tão ´inalcançável´ quanto a Austrália, a Nova Zelândia e o Japão, por exemplo. Todavia, naquele ano - motivado por uma promoção especial para Agentes de Viagens feita em conjunto pela Delta Airlines e a rede havaiana de hotéis Outrigger - fui pela primeira vez a Oahu e me apaixonei definitivamente pela ilha. De lá pra cá já retornei cinco vezes e considero Honolulu, Waikiki e a Costa Norte um dos poucos lugares do mundo - fora do Brasil - onde me sinto verdadeiramente em férias, não um turista: Orlando e Oahu são dois lugares onde eu relaxo, me divirto, circulo sem nenhuma preocupação ou compromisso, a não ser divertir-me e descansar. 

                     Naquela primeira viagem voei do Rio a Honolulu pela Delta Airlines em vôo com escalas em Atlanta e Los Angeles. Uma loucura que jamais recomendo e sobre a qual escrevi longamente na introdução a esta matéria, o capítulo anterior. Dois  seis dias que permaneci na ilha, três deles passei tentando entrar no fuso horário defasado em oito horas: sentia vontade de almoçar às três da manhã, de dormir às duas da tarde e acordava à meia noite.

É fácil percorrer Oahu?

                   Fácil e barato. Dá pra conhecer de ônibus praticamente toda a ilha, ao menos a parte a que todos vão:  a linha 52, por exemplo, chega até a Nort shore.  De carro é um programa que requer apenas um mapa e umas roupas pra trocar pra depois de parar e mergulhar em tantas praias pelo caminho. Vai-se pelo mar e volta-se pelas montanhas.

493463-1236111-thumbnail.jpg    493463-1236114-thumbnail.jpg

Aloha Tower Market Place, Aloha Tower e Porto de Transatlânticos - Honolulu Downtown

               Ah, importante: lembre-se, estamos nos Estados Unidos, tudo é civilizado, organizado, funcional e eficiente. Há banheiros públicos com chuveiros nas principais praias, áreas para pique-niques e estacionamento.  É isso aí.  Você sai de Waikiki, carregas uns sabonetinhos e uns shampoos do hotel, umas toalhas, uma muda de roupa e na última praia toma um banho completo como se estivesse num camping-club e retorna ao fim do dia à mesma Waikiki. Sabe quanto custou? Fora a gasolina, nada!  Vamos conhecer a ilha?

493463-1195581-thumbnail.jpg

Clique no MAPA para ampliá-lo e conheça a Ilha de Oahu

 

______________________________________

                DEFINIR qual das atrações de Oahu é a mais popular é tarefa muito fácil.  Honolulu (e Waikiki, um bairro de Honolulu) é a maior e mais populosa cidade do Havaí, além de sua Capital do Havaí. É também a que reúne o maior conjunto histórico do Estado, o maior número de shoppings e hotéis, centos comerciais e museus. Assim, é sem dúvida onde tudo deve começar e por onde eu recomendo seu primeiro contato turístico com a ilha.

Hava%20%20Blog%20Honolulu%20A%20%2004.jpg

Um dos bonitos e modernos arranha-céus de Honolulu Downtown

                TODAVIA há muito mais coisas a ver e fazer do que uma viagem só lhe possibilita. E mesmo que você fique apenas numa ilha, neste caso a principal, Oahu.  Turisticamente falando as mais populares atrações de Oahu começam por Downtown Honolulu, passam por Waikiki e a famosa Waikiki Beach, pela costa Windward Oahu, por Central Oahu e por Pearl Harbor, terminando pela Windward Coast e pela North Shore .

Hava%20%20Blog%20Honolulu%20A%20%2005.jpg

Detalhe da fachada do Iolani Palace

493463-1236143-thumbnail.jpg    493463-1236153-thumbnail.jpg

Detalhes da fachada do Iolani Palace

                COMEÇAREMOS por Honolulu, a Capital do Estado do Havaí, que tem dois pontos focais nos quais o turista deve concentrar-se: o moderno centro financeiro e empresarial, mas também histórico Honolulu, e Waikiki, o balneário. O Centro da Cidade ganhou destaque como um porto comercial no início do século 19. Já Waikiki desenvolveu-se e passou a ficar mundialmente conhecida só a partir do século 20.

________________________________________

 DOWNTOWN HONOLULU

Aloha Tower, 'Iolani Palace, The Royal Bandstand, o Post Office, a King Kamehameha Statue,

o State Capitol, a Queen Liliúokalani Statue, a St. Andrew's Cathedral, a Kawaiaha'o Church,

a Mission House Museum, o Ali'iolani House  e outras atrações

_______________________________________

                 ORIGINALMENTE chamada Kou, Honolulu era uma aldeia de pescadores nos anos 1.820 com alguns casebres de sapê. Entretanto, no início dos anos 1.920 tornou-se um porto comercial de vital importância para comerciantes de peles e embarcações de caça às baleias que circulavam pelo Pacífico.

Hava%20%20Blog%20Honolulu%20A%20%2007.jpg

Estátua do Rei Kamehameha

493463-1236203-thumbnail.jpg  493463-1236216-thumbnail.jpg

Downtown Honolulu - Placa do Iolani Palace e Arranha-céus

                MARK Twain, o escritor norte-americano, chegou a comentar que a cada passo a cidade ia revelando profundos e novos contrastes. Isso é algo que podemos confirmar ainda hoje: nma área relativamente compacta da Downtown Honolulu podemos ver enormes e moderníssimos arranha-céus, pagodes chineses, igrejas em estilo "nova-inglaterra" do tempo dos pioneiros, construções vitorianas, um palácio real (o único existente na América), o único Capitólio norte-americano sem cúpola, uma catedral em estilo neo-gótico, uma Chinatown onde preparava-se o ópio, mercados de peixe, grandes jardins, praças. montanhas ponteagudas, além de uma forte mistura étnica.

493463-1236253-thumbnail.jpg 493463-1236266-thumbnail.jpg 493463-1236272-thumbnail.jpg 

O moderno e o antigo no Centro de Honolulu

                 ÁREA conhecida como Downtown Honolulu e que fica a poucos minutos de Waikiki, é a que mais contém sítios históricos e museus, além de concentrar o que há de mais moderno em termos de arquitetura.  Aqui ficam o centro financeiro e corporativo do Havaí e seus bonitos arranha-céus. 

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20011.jpg

Kewalo Basin Park (Ala Moana) - Honolulu

                 COMECE uma visita a Downtown Honolulu pela Aloha Tower edifício histórico que é visto de vários pontos de Honolulu, e que domina o porto de transatlânticos da ilha.  Suba ao seu topo por um elevador e tenha uma linda vista de Honolulu, Waikiki e Pearl Harbor. Junto à torre fica um shopping center do mesmo nome e que vale mais pela arquitetura e por sua razoável área de alimentação e lojas mais especializadas em roupas e produtos havaianos. 

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20012.jpg

Rua de Ala Moana - Honolulu

                JUNTO e ao lado esquerdo da Aloha Tower Market Place  fica o Hawaii Maritime Center o museu dedicado ao mar e tudo o que se relaciona a ela em termos históricos e culturais no Pacífico e especialmente no Havaí. É interessante, agradável e vale a visita, breve porque é um museu pequeno e interessante porque tem um acervo muito bem exposto que retrata a cultura polinésia e havaiana. Há displays em inglês para todas peças expostas e um audio tour em diversos idiomas, mas, infelizmente não em português.

Aloha Tower e Museu marítimo - Honolulu

493463-1236312-thumbnail.jpg   493463-1236331-thumbnail.jpg

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20014.jpg

Aloha Tower Market Place

                ESTANDO no museu visite também o Falls of Clyde, uma embarcação antiga e histórica construída na Inglaterra, o maior navio de 4 mastros do mundo, considerado um marco histórico nacional, ou National Historic Landmark, o equivalente aos nosso tombamento histórico e cultural. Também é possível conhecer a embarcação chamada Hokule`a, a antiga canoa polinésia que fez viagens pelas ilhas havaianas nos primórdios da história do Pacífico Sul, a qual usava a observação das estrelas para direcionamento e as correntes oceânicas para navegação.

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20%20Museu%20martimo%20018.jpg

Museu marítimo - Honolulu

             NA área denominada Capitol District, ou Bairro do Capitólio, a pé você poderá visitar quase que a totalidade das principais atrações hitóricas de Honolulu. Se estiver de carro, estacione e abasteça o parquímetro com moedas suficientes para cerca de duas horas de caminhada e não se esqueça de lembrar-se desse tempo. Se precisar de mais, retorne para colocar novas moedas. Se for de ônibus, salte na Aloha Tower e vá andando em direção às montanhas. É seguro e tranquilo, mesmo durante os fins-de-semana.

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20%20Capitlio%20021.jpg

O Hawaii State Capitol, em Honolulu. Sem cúpola.              

493463-1236400-thumbnail.jpg 493463-1236403-thumbnail.jpg 493463-1236414-thumbnail.jpg

O Capitólio e a estátua do Padre Damien

               ESTA área é a dos mais fortes contrastes arquitetônicos, um espelho da diversidade cultural havaiana e sua interessante história.  Através de uma caminhada você verá de palácios a casas de missionários, o estilo oriental e o vitoriano convivendo em harmonia: o 'Iolani Palace, The Royal Bandstand, o Post Office, a King Kamehameha Statue, o State Capitol, a Queen Liliúokalani Statue, a St. Andrew's Cathedral, a Kawaiaha'o Church, a Mission House Museum, o Ali'iolani House

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20%20023.jpg

  Kewalo Basin Park (Ala Moana) - Honolulu

               O Bishop Museum é uma atração mais indicada a quem tem interesse em aprofundar-se na história e na cultura do Havaí e conhecer a maior coleção de artefatos de todos os tipos tanto das ilhas havaianas quanto de outras culturas do Pacífico. O museu não fica a uma distância possível de ir a pé desde Waikiki e mesmo de Downtown Honolulu, mas há bastante opções de estacionamento para quem for de carro e de transporte público.

493463-1236432-thumbnail.jpg 493463-1236434-thumbnail.jpg 493463-1236439-thumbnail.jpg

O Pier (porto de transatânticos), Ala Moana Park e rua de ala Moana - Honolulu

               OUTRA área histórica importante e que deve ser visitada é o 'Iolani Palace. Mesmo que durante sua visita apenas a parte externa e os jardins estejam abertos à visitação. Construído em 1.882, tombado como patrimônio histórico e que abrigou a família real de 1.882 a 1.893, o Palácio Real é o único palácio monárquico de toda a América do Norte.  Na frente do 'Iolani Palace e do Hawaii Judiciary Building fica a famosa estátuda do Rei Kamehameha I sob um pedestal de mármore e no centro de uma bonita praça. Não deixe de passar por ela e fazer umas boas fotos, ela é muito fotogênica.

 

Hawaii%20BLOG%20Post%20Office%20Custom%20House%20%20Court%20House.jpg

O prédio do Post Office e da Custom House

               PERTO do palácio fica o interessante Capitólio, oficialmente State of Hawaii Capitol Building, o único na América do Norte sem a tradicional cúpola e cuja arquitetura é baseada em temas polinésios, como vulcões, coqueiros e mar. A própria cúpola representa a forma estilizada de um vulcão.  É tranquilo, quase não tem gente passeando pelo prédio e vale a pena esticar do Iolani Palace até o Capitólio.

               NAS proximidades do Capitólio fica a Mission Houses Museum uma construção antiga que abriga um acervo em memória dos missionários americanos que chegaram ao Havaí no século 19. Também é recomendável apenas para quem estiver procurando conhecer mais profundamente a história do Estado. 

               OUTRO lugar histórico e igualmente atraente para quem tempo e interese em conhecer mais profundamente a história havaiana é  o Queen Emma Summer Palace, onde a Rainha Emma, esposa de Alexander Liholiho - o Rei Kamehameha IV – descansava da “dura”vida monárquica.  A casa é muito bonita e bem mantida.

493463-1236450-thumbnail.jpg   493463-1236455-thumbnail.jpg

Ala Moana - Honolulu

               NO número 2261 da Nu'uanu Avenue fica o Royal Mausoleum, onde estão sepultados seis dos oito monarcas do Havaí.  No Punchbowl Crater fica o National Cemetery of the Pacific, onde há os túmulos de 40.000 combatentes americanos mortos em guerras. 

Hava%20BLOG%20Honolulu%20B%20%20031.jpg

O Waikiki Trolley Tour

                UMA boa maneira turística de conhecer e circular por Waikiki e Honolulu é através do Waikiki Trolley, o equivalente havaiano aos ônibus turísticos double-deck mas que aqui é uma “jardineira”,  um “ônibus-bonde” muito polular e eminentemente turístico, que para nas principais e mais populares atrações de Honolulu e Waikiki. O percuro vai até o Sea Life Park e ao Bishop Museum, os dois extremos de Waikiki e Honolulu, respectivamente.

Hava%20WAIKIKI%20Trolley%2001.jpg

Waikiki Trolley

                SÃO 3 linhas -  Honolulu City Line (vermelha), Ocean Coast Line (azul) e Ala Moana Shopping Shuttle Line (rosa), com mais de 30 paradas e com passes de 1 e de 4 dias, estilo hop on and hop off, ou seja, aquele que você sobe e desce quantas vezes quiser durante o período de vigência de seu passe e nas respectivas paradas. De brinde você leva um mapa, o Waikiki Trolley Map Guide.

493463-1236464-thumbnail.jpg 493463-1236475-thumbnail.jpg 493463-1236481-thumbnail.jpg

Honolulu: ABC Sores, Floreiras suspensas e o Ala Moana Park

                 DURANTE a validade de seu passe você poderá realizar transferir-se para outra linha, quantas vezes quiser. Para isso há as paradas denominadas “transfer stops”. Clique nos links abaixo e veja os percursos, mapas, preços, horários e paradas de transfers do Waikiki Trolley. O passe de 1 dia custa 25 e o de 4 dias, 45 dólares.

 ___________________________________ 

WAIKIKI

493463-1236498-thumbnail.jpg    493463-1236507-thumbnail.jpg

Vista aérea de Waikiki (a partir do mirante do Diamond Head) e Pôr-do-Sol em Waikiki Beach

                 NÃO há lugar mais recomendável para ficar, tratando-se de um passeio turístico a Oahu, do que Waikiki. É claro que se você vai a Oahu para pegar ondas Waikiki não é a sua praia. Me refiro a turismo clássico. Waikiki é extremamente conveniente por seu comércio, infra-estrutura turística, supermercados, farmácias, lojas de conveniência, restaurantes e fast-foods para todos os bolsos, shoppings center e diversas atrações que podem ser alcançadas a pé. Além do prazer de flanar pela Kalakaua Avenue, a principal de Waikiki

Hava%20BLOG%20Waikiki%20A%20%20001.jpg

               MISTURAR-SE ao povo local e aos turistas, tudo na mais perfeita harmonia e simplicidade, desde pessoas com sandálias havaianas e pranchas debaixo do braço a japoneses carregados de sacolas de griffes famosas, ou seja - passear pelas calçadas de Waikiki - é sem dúvidas um programão. Caminhar e explorar Waikiki a pé é a síntese da atividade turística recomendável para o lugar. Ala Moana e Waikiki são as duas praias desta área Waikiki-Honolulu.

Hava%20Westin%20Moana%20Surfrider.jpg 

"The First Lady of Waikiki". O antigo Sheraton passa a ser Westin e fica mais luxuoso

                OUTRA novidade de Waikiki é que seu mais antigo hotel, o Westin Moana Surfrider Hotel - da foto aí de cima – conhecido como “The First Lady of Waikiki", passou a ser Westin Resort em vez de Sheraton, a partir de Junho de 2007, continuando a ser da Rede Starwood.  O Hotel está passando por completa reforma e transformação e, a partir deste ano, passou a ser o primeiro da marca Westin em Oahu. O prédio é o único que sobrou no estilo e é um marco na cidade. Vale conhecer por dentro o seu indo lobby de madeira, almoçar no seu jardim defronte ao mar ou tomar um delicioso café expresso Kona, legítimo havaiano, na cafeteria que fica ao lado direito de sua entrada.

Veja minhas FOTOS do Moana Surfrider Hotel (Flickr) e o ponto exato no MAPA (Google Map)

http://www.flickr.com/photos/arnaldointerata/sets/72157603533233816/map/

Waikiki Beach Live Camera

 (Câmera ao vivo em frente à Estátua de Duke Kahanamoku)

http://www.honolulu.gov/multimed/waikiki.asp

               A revitalização manteve as características básicas e o estilo vitoriano do prédio masmudou um pouco sua decoração interna, com tapetes, mobiliário e iluminação novos na área do bonito lobby.  Nos apartamentos foram instalados televisores flat-screen e a “filosofia” Westin de conforto: a assinatura Heavenly Bed® e Heavenly Bath®, isto é, camas confortáveis com vários travesseiros e produtos de banheiro mais numerosos e sofisticados.

Hava%20BLOG%20Waikiki%20A%20%20003.jpg

Waikiki Beach em frente ao Duke´s Bar e ao Ourtrigger Waikiki on the Beach Hotel

               TAMBÉM está prevista a instalação do primeiro SPA de Waikiki defronte ao mar, para meados de 2.008, o qual conterá 14 salas de tratamentos diversos e uma área de fitness operada pela Reebok, além de uma nova área destinada às crianças, denominada Westin Kids Discovery Club.

493463-1236524-thumbnail.jpg 493463-1236530-thumbnail.jpg 493463-1236535-thumbnail.jpg 

                NO espaçoso jardim interno de frente para o mar, o Banyan Court, foram instaladas novas mesas e cadeiras, poltronas e guarda-sóis, um delicioso local onde os hóspedes ficam sob a sombra na árvore símbolo do Havaí, a Banyan Tree, neste caso o secular ficus que abriga também o Banyan Veranda, um restaurante muito agradável.

Hava%20BLOG%20Waikiki%20A%20Moana%20Surfrider%2001.jpg

Port-cochere do Moana Surfrider Hotel - Waikiki

Clique aqui e veja um slide-show do hotel

MAPA de Waikiki (PDF)

http://www.spotlighthawaii.com/SpotlightPDF/WebMap/Oahu/Oahu-Waikiki-2007a.pdf

               MESMO levando em conta que zoológicos não sejam lá uma atração e tanto, se tiver tempo não deixe de considerar a possibilidade de visitar o Honolulu Zoo, talvez o zoológico mais central que eu já tenha visitado. Localizado no Kapi'olani Park, é possível alcançá-lo a pé estando em Waikiki. Os destaques do zoológico são as áreas da "African Savanna", da "Tropical Rainforest" e das "Islands of the Pacific". Se estiver em Oahu durante a Lua Cheia, verifique o passeio chamado "Moonlight Walk" que ocorre uma vez por mês no interior do zoo.

               LOCALIZADO próximo ao zoo, uma das atrações mais importantes de Waikiki é o Waikiki Aquarium, o terceiro mais antigo dos Estados Unidos, construído em 1.904. Nele estão espécies naturais da vida marinha do Havaí e do Oceano Pacífico, totalizando 2.500 seres de 420 espécies da vida animal e de plantas. É uma popular atração turística com 350 mil visitas por ano. 

Hava%20BLOG%20Waikiki%20A%20%20006a.jpg

Bóias de aluguel em Waikiki Beach

               OUTRA atração de Waikiki é o Damien Museum, a qual eu classificaria como “veja se puder”, mas veja mesmo. É dedicado ao Padre Damien, uma personaldiade que nas priscas eras dedicou sua vida aos portadores da hanseníase e que é tipo como santo. Se você visitou o Capitólio do Havaí, em Downtown Honolulu, seguramente terá visto uma bonita e singela estátua do padre, em mármore preto, estilizada, homenageando essa importante figura da história da ilha. Mas o museu fica bem defronte à Prais de Kuhio, em Waikiki, numa igreja católica.

              A novidade de Waikiki é o Waikiki Beach Walk, a mais nova área de compras e alimentação, na Lewers Street, estalando de novo.  O projeto é bonito arquitot6nicamente e tira partido de jardins e muita iluminação natural, lojas, butiques shows ao ar livre e lojas especializadas em produtos típicos do Havaí.

http://www.flickr.com/photos/8884345@N03/sets/72157600398317204/

Waikiki Beach Walk™

http://www.waikikibeachwalk.com/play.aspx

Waikiki Trolley (links)

http://www.waikikitrolley.com/ 

 http://www.waikikitrolley.com/stops/transfer.asp

http://www.waikikitrolley.com/schedules/schedules.pdf

The Bus (ônibus de Oahu)

http://www.thebus.org/

MAPA da Rota da Linha 52 (PDF)

http://www.thebus.org/Route/maps/rm52-55-88A.pdf

Belíssima galeria de fotos de mulheres havaianas

(Flickr: Autor: Fernando Remedios)

Hava%20BLOG%20Waikiki%20A%20%20008.jpg

_________________________________________________________

Próximo Capítulo: A Windward Coast (ou East Shore)

Enclosure

Reader Comments (17)

Oi Arnaldo,
desejo a vc e sua esposa um Feliz 2008!!! Com muitos "Fatos e Fotos" de viagens, cada vez mais supreendentes, como só vc sabe fazer, para vir contar-nos tudo aqui. Obrigada por nos brindar com um fim de ano tão lindo no Hawai, para mi que ainda não conheço, foi o máximo fechar o ano assim. Felicidades!
21:57 | Unregistered CommenterElisa
Arnaldo, êta praia civilizada mesmo !! Nada como um banheiro limpo para tomar uma ducha quando saimos da praia.
Aproveito para desejar um Ótimo 2008 para você e Alice !!!
23:58 | Unregistered CommenterMajô
ELISA e MAJÔ, obrigado pela visita, pelo s votos de bom Ano Novo e pelos comentários. Espero que em 2008 vocês estejam por aqui visitando, lendo, vendo, assistindo, comentando, sugerindo e também criticando. Ótimo 2008 para vocês, obrigado.
Arnaldo

Linda viagem, sem duvida faz parte dos meus desejos de viagem... Excelente a descrição, faz com que nos sintamos la... Excelente ano novo para voce e para a Alice...

Ernesto
14:51 | Unregistered CommenterErnesto
Oi Arnaldo,
Parabéns mais uma vez ...em primeiro lugar, pela viagem belíssima....em segundo lugar, pelas fotos maravilhosas e em terceiro lugar, pela generosidade de dividir tudo isso com tantas pessoas que são anonimas para você. Aproveitando a ocasião desejo a você e sua familia um feliz 2008, repleto de felicidades (no plural mesmo) e viagens!!!!!
Já decidi parcialmente o roteiro da minha próxima viagem, e Istambul está incluída nela. Tinha dado uma lida há algum tempo nos post de Istambul, vou reler tudo e com certeza dúvidas aparecerão.....acho que serei frequentadora assídua do seu forum.
Grande abraço
Mônica
8:41 | Unregistered CommenterMônica
Caro Arnaldo.
Feliz 2008 para você também.Estamos pensando, Rodrigo Purisch, Meilin e eu, em um encontro aqui em BH de blogueiros. Quem sabe você daria um pulo?
Arnaldo, feliz 2008 para vcs!!! E que você continue nesse ano viajando muito e nos brindando com suas excelentes fotos e relatos no Fatos&Fotos de Viagem!
MARIA LINA, seria um prazer. Já tive a oportunidade de conhecer pessoalmente o Rodrigo Purish e, ainada que houvesse mais papo do que tempo para desenvolvê-lo, foi uma excelente oportunidade.

Se fosse algo possível em termos de tempo e agenda, sem dúvidas gostaria muito.


Grande abraço!
MARI CAMPOS, muito grato pela visita e por sue votos de bom ano novo. Retribuo os votos que já havia feito lá no Pelo Mundo!

Obrigado e volte sempre!
Arnaldo,
Uma cidade espectacular, muito limpa, bem organizada e também tiene uma parte exótica, mais misteriosa.
A fotografía do Hawaii State Capitol (sem cúpula) e muito linda. Algunas fotografías parecen aéreas... é verdade???
Feliz 2008!!!
18:29 | Unregistered CommenterCarmen
CARMEN, algumas fotografias foram feitas a partir de um vôo de helicóptero. Uma seleção delas você pode ver num dos meus álbuns no Flickr, cujo elo de ligação está no Menu de Fotografias. É esse aqui:

http://www.flickr.com/photos/arnaldointerata/sets/72157594380068105/

Muito grato por sua visita e mais uma vez desejo um especial novo ano!
Arnaldo,

Foi um prazer conhecer o seu site no ano de 2007, tudo bem planejado, fotos lindas e muito trabalho e vontade de deixá-lo organizado para nós, que visitamos e ficamos com vontade de ir a novos lugares que conhecemos por aqui, e também com saudades de lugares já visitados.

Obrigada por compartilhar conosco e pela amizade mesmo que virtual.
Um ano novo repleto de saúde, felicidades e paz, sinta-se abraçado.
14:15 | Unregistered CommenterPatsy
PATSY, muito gentil, obrigado memso por seu comentário elogioso. Isso só dá amis vonatde de ir além e melhorar, aperfeiçcoar, tarzer novidades, evoluir.

Já deve te percebido que há algumas novidades: as colunas da direita e da esquerda estão significativamente maiores e ocupam agora maior espaço na área total do monitor. Isso significa poder colocar maiores fotos e a da esquerda ter texto e conteúdo maiores.

Assim que eu conseguir aprender a editar vídeos, pretendo colocar meus próprios no site, através do Youtube.

As músicas também são uma conquista, porque agora posos inserir as MINHAS próprias músicas e fazer uma trilha sonora temática com a matéria em curso, dentro das possibilidades.

A exposição das fotos também tem novo tratamento.

Tudo para que seja atraente, facilitado para o leitor e convidativo a voltar.

O privilégio da amizade é meu!
Um ano espetacular com tudo o que de bom pouder lhe acontecer!
Arnaldo seu blog é sensacional !!!

gostaria de tirar uma duvida com vc para alugar carro no hawaii pode ser usado a a CNH brasileira?

[]'s


Alexandre

14:52 | Unregistered CommenterAlexandre
Sim, em todos os USA pode. Só que se vc se envolver em aceidente, terá que ter uma carteira internacional, que vc consegue no Departamente de Trânsito de sua cidade e tem a mesma valdide da sua CNH.
Oi, Arnaldo, eu tô pensando em dar um pulinho às "Alterosas" no dia 18, quem sabe a gente faz uma caraVnVana pra lá? Abrassssssos
15:26 | Unregistered CommenterMeilin
Que fotos lindas, Arnaldo!

Este vídeo aí da barra lateral tb está maravilhoso!

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.