MENSAGEM ao LEITOR
CONHEÇA QUEM ESCREVE

BEM-vindo ao Fatos & Fotos de Viagens, um blog sem jabá e não vulgar

        EXISTE no viajar e no escrever relatos de viagens um terreno fértil para demonstrações de arrogância. É algo simplesmente disseminado. Tanto no mundo virtual quanto na literatura. Mas o que o maravihoso mundo da viagens precisa é de mais viajantes humildes, não de "especialistas" caga-regras que determinam de tudo: desde como arrumar sua mala ao único tipo que você deve comprar, do lugar que você tem que ir, caso contrário sua viagem será uma merda. Nunca tão maravilhosa como a dele. As classificações dos lugares também. Tem sobrado superficialidade a egocentrismo. Autores assim não percebem que tudo é muito subjetivo e pessoal, que a experiência e o prazer de alguém não será necessariamente igual ao de outro.  Sobretudo as necessidades.

      A blogosfera "profissional e "monetizada" vulgarizou-se e tornou-se banal. Carecemos de gente que escreva para motivar e inspirar, para alargar horizontes, de viajantes que "mostrem" os lugares em vez de "ensinarem" a viajar. Moderadamente, ponderadamente, sem afetação típica de deslumbrados que viajam pela primeira vez em classe executiva e precisam espalhar para o mundo em resenhas risíveis. Ao contrário, a blogosfera

       ESTE blog, ao contrário, não fez concessões à vulgarização dos blogs depois da "profissionalização" e da monetização de alguns. Ao contrário, este é um blog singelo, simples, pequeno, inexpressivo na blogosfera, não despesperado por audiência nem seu autor se dedica mais à sua divulgação nas redes sociais do que à escrita. Tento dar graça à leitura e consolidar algo que prezo muito: confiabilidade, credibilidade.

        COMECEI a viajar tarde, você sabe. Por falta de dinheiro. Até que um dia viajei pela primeira vez ao exterior. Eu tinha 35 anos. Fui assim apresentado ao então desconhecido mas fabuloso mundo das viagens. Jamais, todavia, pensaria visitar mais de 60 países, alguns muito improváveis à época. Irã, Uzbequistão, Myanmar, Etiópia, Quirguistão entre eles. Mas foi recentemente que compreendi que as viagens ficam pra sempre, não as coisas. E que é por esse mundo ser tão diverso, por cada país ser tão diferente, que me parece tão atraente e divertido.

       NÃO sou escritor profissional. Tampouco jornalista. Mas invejo esses profissionais por dominarem o idioma, a gramática e as palavras.  Ainda assim, faço meu melhor, meu caro, estimado, raro e precioso leitor. Então, peço-lhe que considere algo: que mesmo escrevendo com sensibilidade e responsabilidade, incorro em erros. Se quiser, aponte-os. Tanto gramaticais quanto de digitação. Como tenho revisor profissional, antes de publicar dou curso a incansáveis revisões. E também submeto-os ao crivo de minha esposa. Ainda assim, alguns nos escapam.

      SOU brasileiro, empresário e casado com a Emília do blog "A Turista Acidental" e desde que a conheci (e antes mesmo de nos casarmos), tornou-se a "mais-que-perfeita" companheira de vida, de idéias, de projetos e ideais, sobretudo encantadora, adorável e inspiradora companhia de viagens e de aventuras. Com ela compreendi o que significa "prazer de viajar". Foi (e continua sendo) minha melhor fonte de inspirações e de motivações. Tanto que qualifico minhas viagens como "antes e depois" da Emília e "antes e depois" da Índia. Foi com ela que percebi o que quis dizer Érico Veríssimo com "Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado certamente chegará mais longe." Somos pais de gêmeos - uma menina e um menino - nascidos em julho de 2015, e de um filho de 34 anos do meu primeiro casamento, em quem o gosto pelas viagens pareceincorporado. Não sou avô, mas as coisas estão bem encaminhadas neste sentido.

       HOJE com 64 anos (boa parte deles dedicados à família e ao trabalho), foi apenas aos 35 que pude começar a viajar internacionalmente. Desde então visitei 61 países, entre os quais alguns dos mais fascinantes e com os sítios mais admiráveis do planeta. Felizmente, para alguns deles ainda a salvo do turismo de massa, cujos excessos arruinam qualquer lugar. Em março de 2006, quando iniciei este blog, o fiz como meio de comunicação com a família e amigos. Anos mais tarde eu descobri o poder de contar histórias em textos e fotografias, e logo ele tomou outro rumo, provavelmente porque os leitores gostavam dos textos e das fotos, ou então porque na época havia pouquíssimos blogs.

       FIZ cerca de 90 viagens internacionais, voei por 40 cias. aéreas diferentes (algumas extintas) em 391 vôos para fora do Brasil e dentro de outros países e em todas as classes possíveis. Segundo Haroldo Castro - jornalista-fotógrafo-escritor que já esteve em 160 países -, o maior viajante que conheço, em seu teste "Viajologia" que se pode fazer em seu site, que considera não apenas a quantidade de países visitados, mas lugares, monumentos e patrimônios, além de transportes, experiências e situações difícieis porque passam os viajantes, alcancei "Mestrado em Viajologia". Mas isso não é nada diante de gente que lá já "graduou-se" em pós-doutorado.

Escrevo este blog sob uma perspectiva lúcida e sem concessões à monetização sem critérios

        Eliminei o contador de visitas deste blog quando marcava mais de 6 milhões. Audiência hoje em blog é decadente. Viajar, escrever e publicar algo que inspire e icentive o leitor é o que mais me motiva. NUNCA como blogueiro interventor nas viagens alheias, ou caga-regras dizendo como alguém deve viajar e que tipo de mala usar e essas chatices que definem as pessoas homogeneamente.Parece ser o que traz os leitores até aqui. Ou porque gostem de fotografia, para além da leitura odepórica, como eu. E por este blog não ter captulado à ambição e vaidade que levou tantos autores de blogs à monetização sem critérios, sobretudo enganando leitores, cada dia torna-se menorzinho e menos importante. Se continuarem assim, os blogs precisarão ser reinventados. Este aqui nasceu livre e assim será até morrer. Por enquanto estou sempre por aqui. Nem que seja em pensamento. Só não sei até quando.

         Agradeço a visita e os comentários e desejo boa viagem aos leitores.

Em tempo: este blog não integra nenhuma associação disfarçada de incentivos à monetização. Mas se um dia fundarem a ABBLI (Associação Brasileira de Blogs Livres e Independentes), por favor, me convidem!

#blogsemjaba

COMENTÁRIOS
RSS - Quer subscrever?
AddThis Feed Button

Share/Bookmark

VIAJE neste blog

Fotos de viagens
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« Washington, DC: O que ver e fazer em DC? | Main | Washington, DC: Union Station »
Sábado
Jun232007

Washington, DC - Cidade "tourist friendly"!

Washington%20BLOG%2000.jpg

US Capitol

Washington, além de ser um dos mais importantes centros políticos do mundo, é também um pólo turístico, com diversas atrações e monumentos, extremamente voltada para o turismo e com uma excepcional infra-estrutura focada no turista. Nada mais agradável para o turista em visita a uma cidade, perceber que ele é extremamente bem-vindo, necessário e que estará entre outros milhares e que há uma infra-estrutura é pensada e planejada para ele. é muito confortável ser turista em Washington.

Washington%20BLOG%2003.JPG

Tourist friendly city...

É uma das cidades mais tourist friendly que conheço no mundo. é extremamente bem sinalizada, há serviços de informações ao turista com mapas e pessoal habilitado a prestar qualuqe informação, mapas gratiuitos em qualquer hotel, muito bem sinalizada, com calçadas impecáveis e limpíssimas, quiosques com informações e venda de tickets, museus e atrações belíssimas inteiramente gratuitas. Washington%20BLOG%2002.JPG

Entre estão a Casa Branca (residência do Presidente dos Estados Unidos), o Capitólio (sede do Congresso), a Biblioteca do Congresso, o Monumento a Washington, o Memorial de Lincoln, o Memorial Jefferson, Memorial Roosevelt, assim como os inúmeros e belíssimos memoriais das guerras em que os Estados Unidos estiveram envolvidos, como os do Vietnam, Coréia, Iwo Jima, Segunda Guerra Mundial...

Sinalização impecável

Washington%20BLOG%2001a.JPG

Library of Congress

...o Cemitério de Arlington, Pentágono, Edifício Watergate, Smithsonian Institution (um fabuloso complexo de museus de História Natural, História Americana, de Arte e Aero Espacial), Kennedy Center, National Theatre, Ford´s Theatre, Warner Theatre, Cruzeiros no Potomac River...

Washington%20BLOG%2004.JPG

Sinalização impecável

... Georgetown, Dupont Circle, Adams Morgan, Smithsonian Castle, a Union Station (estação de trem que rivaliza com a Grand Central, de Nova York, em beleza)...

Dê uma paradinha e consulte o interessante MAPA INTERATIVO

com localização dos monumentos de Washington DC:

http://birdseye.octo.dc.gov/main.html

As principais atrações e monumentos merecerão melhores e mais completas informações e dicas. Acompanhe os capítulos que virão e conheça em detalhes cada uma delas.

Washington%20BLOG%2006.JPG

Uma cidade planejada

Para mim é o destino norte-americano com a melhor relação entre paisagem, história, cultura e lazer numa mesma cidade, e que mesmo sendo Capital Federal consegue reunir sisudez e austeridade com charme e imponência, beleza urbana e cultura. O ponto alto é mesmo o da história, não apenas aquela que habita o mundo dos maravilhosos museus, mas também a que está em cada monumento, memorial ou prédio público.

Washington%20BLOG%2005.JPG

A cidade é limpíssima, com calçadas impecáveis, iluminadíssima e super sinalizada

Como conhecer e se locomover em Washington DC?

A primeira coisa que eu recomendo a quem visita Washington, DC é fazer um tour geral de trolley pela cidade. Vá até a Union Station e depois de visitar esta belíssima estação ferroviária pegue um dos trolleys que partem da praça. Com este tour duas horas que percorre as principais atrações da cidade, ao custo de 25 dólares, de manhã até de noite, você terá uma visão panorâmica da cidade e melhores condições para decidir os locais que quer visitar com mais calma. Vale a pena, é muito recomendável e prático.

Washington%20BLOG%2013.JPG

Ande de taxi! Eles não usam taxímetro porque adotam um critério oficial e legal de cobrança baseado em área de circulação, não em tempo.

A respeito dos táxis, são antigões, com motoristas meio malucões que dirigem como se a cidade fosse deles, cheios de tiques nervosos, meio antipáticos e secos, mas fazem de tudo para pegar um passageiro (lembre-se, o preço é fixo!), desde furar um sinal vermelho a fazer uma conversão "politicamente incorreta". Se você estiver do outro lado de uma avenida movimentada e o taxista perceber que você o quer, ele faz um sinal de que voltará e em minutos ele estará na sua frente.

Washington%20BLOG%2008.JPG

A cidade é dividida em áreas e o preço da corrida é correspondente a quantas áreas você atravessar. Taxi em Washington, DC não é exatamente barato. custa entre 6 e 13 dólares em média, mas para um ou dois deslocamentos por dia é bem conveniente.

Washington%20BLOG%2009.JPG

Parada do Tourmobile

Washington%20BLOG%2011.JPG

O imponente Arlington Cemetery

Turisticamente falando, apesar de dispôr de eficiente sistema de transportes (metrô, ônibus e taxi), o sistema trolley tour é o que há de melhor. São duas ou três cias. do tipo “hop-on, hop-off” (aqueles ônibus turísticos circulares que começam e terminam no mesmo ponto e fazem paradas nas principais atrações, e a cada dez minutos um outro passa para vc. continuar o roteiro), e esta é a melhor opção, porque Washignton, DC é uma das melhores cidades americanas para se conhecer caminhando mas as atrações são muito distantes entre si. Pegue um city tour no Old Town Trolley Tour ou no Tormobile, use roupas e calçados muito confortáveis porque você andará MUITO na cidade. Prepare-se!

Washington%20BLOG%2014.JPG

Diversas opções turísticas para se chegar às atrações

O passeio pela cidade no Trolley ou no Tormobile tem paradas em 24 atrações e o trajeto completo leva cerca de 2 horas, narrado por um guia e é permitido tanto embarcar como desembarcar durante o percurso.

Washington%20BLOG%2016.JPG

Tours & Sightseeing

http://www.viator.com/washington-dc-tours/d657-ttd?pref=02&aid=g2420&gclid=CLOVvIPMr4wCFR1hgQod1ll_Kg

Tormobile

(este é o único que vai ao Arlington Cemetery)

http://www.tourmobile.com/

Old Town Trolley Tour

http://www.trolleytours.com/washingtondc.htm

Cruzeiros pela cidade e pelo Rio Topomac em anfíbio

http://www.dcducks.com/

Segway tour (aqueles veículos de duas rodas, motorizados)

http://www.citysegwaytours.com/washington/

Washington%20DC%20Metro.jpg

O Metrô de Washington é um doa mais bonitos da América

O Metrô de Washington, um dos mais seguros, limpos e eficientes do mundo, que serve a DC e às vizinhas Virginia e Maryland. O metrô por si só já merece uma visita, porque além de bem cuidado, seguro e fácil de usar (custa US$1,20), é bonito. O táxi funciona sem taxímetro e cobra segundo regiões, de bairro a bairro, mas é bem barato. Do aeroporto mais próximo ao Centro, por exemplo, custa US$ 12,00.

Washington%20DC%20telhado.jpg

DC é impecável até nos "roof top" dos edifícios

Metrô de Washington

http://www.wmata.com/metrorail/systemmap.cfm

Localize-se! (ótimos mapas da cidade) 

http://maps.ask.com/maps?a1=++&a2=Washington%2c+DC#1

http://map.mapnetwork.com/destination/dc/

http://www.washington.org/UploadedFiles/Maps/72dpi_in_market_06_back.pdf

http://maps.google.com/

Mapas e Localizadores das Atrações

http://www.washingtondc.worldweb.com/WashingtonDC/Washington/SightsAttractions/

 

Washington%20BLOG%2019.JPG

Por falar em aeroportos, há 3 aeroportos emWashignton DC que não ficam dentro de seus limites municipais, já que ficam em outras partes da região metropolitana da cidade, em cidades vizinhas, bem como outros aeroportos de menor porte, que atendem somente a vôos da aviação civil.

 

 

O Aeroporto Ronald Reagan Washington National fica a apenas sete quilômetros do centro da cidade, em Arlington, Virgínia, na margem sul do Rio Potomac. Este aeroporto movimenta cerca 16 milhões de passageiros em por ano.

Washington%20DC%20DCA.jpg

Ronald Reagan Airport: pertinho de DC , bonito e bem equipado

O Aeroporto Internacional Washington Dulles é bem mais distante, a 43 quilômetros do centro de Washington, nos Condados de Condado de Fairfax e Loudoun, e atende a maioria dos vôos internacionais e vôos domésticos de longa distância. Ele é o centro operacional primário da United Airlines e de linhas aéreas de baixo custo. Por ele passam 23 milhões de passageiros por ano.

Washington%20DC%20Mall.jpg

O Aeroporto Internacional Baltimore-Washington Thurgood Marshall é o que fica mais distante, a 51 quilômetros do centro de Washington, no Condado de Anne Arundel, no Estado de Maryland, e serve primariamente à cidade de Baltimore. Também moviumenta cerca de 20 milhões de passageiros anualmente.

 

Washington%20BLOG%2010.JPG

Também há trens (90 por dia entre Washington, Baltimore, Philadelphia e Nova York!) e até um trem em alta velocidade (240km/h) entre Washington e Boston.

Washington%20DC%20Freedon%20Plaza.jpg

Alugar um carro também é bom, mas o que se vai gastar em estacionamentos não compensa, isso se você encontrar vaga, especialmente em dias de semana. Dirigir em DC pode ser frustrante e aborrecido por causa do trânsito, especialmente nos acessos e saídas da cidade. O jeito é mesmo comprar um passe num desses ônibus turísticos e usar os pés. Quando ir? A melhor época do ano para visitar Washington, DC (ainda que seja também uma estação com maior fluxo de turistas) é a primavera, quando ocorre o espetacular florada das cerejeiras, tão importantes, turisticamente falando, quanto as japonesas. As cherry blossoms transformam a paisagem da cidade tanto quanto o rigoroso inverno.

Washington%20BLOG%2018.JPG

As "Cherry Blossom" acontecem até no máximo início de maio. Há um festival entre 31 de Março e 15 de Abril, denominado Cherry Blossom Festival, que comemora, anualmente (neste 2007 foi o 95o.) o aniversário de doação de 3000 cerejeiras pela Cidade de Tóquio ao povo de Washington, DC em 1912.

Washington, DC Cherry Blossom”, uma intituição nacional.

http://www.nationalcherryblossomfestival.org/

Cherry Blossom Vídeo

http://www.youtube.com/watch?v=IXV41JplPYo&mode=related&search==

 

Washington%20BLOG%2015.JPG

O "Tourmobile", um transporte turístico altamente recomendável

O Outono também é uma boa estação do ano, apropriada para uma visita à cidade, pois ainda não chegou o frio antártico do op inverno e já saiu do calor saariano do verão. O verão é tão quente que o Congresso se encerra e todos saem da cidade pra as férias de verão. Apesar do calor e da humidade do verão, o “Fourth of July” - quando a nação comemora a data de sua independência – “acende” a cidade com seus monumentos especialmente enfeitados, iluminados e com shows diversos e de fogos de artifício.

Washington%20BLOG%2012.JPG

Clima em Washington , DC. Washington possui um clima temperado, com quatro estações bem definidas. A temperatura média no inverno é de 3,4ºC, e no verão, de 26ºC. A temperatura média das mínimas da cidade, no inverno, é de -4°C, e no verão, de 16°C. A temperatura média das máximas de Washington, no inverno, é de 6°C, e no verão, de 31°C. A temperatura mais baixa já registrada em Washington foi de -26°C, registrada em 11 de fevereiro de 1899. A temperatura mais alta já registrada na cidade foi de 41°C, registrada em 6 de agosto de 1918, e em 20 de julho de 1930. A taxa de precipitação anual média de chuva na cidade é de 127 centímetros. A precipitação média anual de neve é de aproximadamente 43 centímetros.

Foto aérea de Washington DC com localização dos monumentos (foto flickr)

http://www.flickr.com/photos/yorkie/9260386/

 

Próximo Capítulo:- O que fazer em Washington , DC.

Reader Comments (19)

Arnaldo

E sempre bom rever nossas viagens pelas suas lentes. Fui para Washingotn em 1994, mas fiquei apenas 4 dias.
11:00 | Unregistered CommenterErnesto
Já eu estive em 1995, mas me lembro bem de como a cidade me surpreendeu postivamente. E me lembro muito bem dos metrôs, especialmente a estação perto do meu hotel, ao lado do Pentágono. Era muito impressionante, com grande placas no teto, com o intuito de servir de bunker, muito curioso.
17:58 | Unregistered CommenterEmília
Ernesto e Emília, rever uma cidade que foi visitada há 13 anos é mesmo gostoso. Pentagon City, onde fica o Pentágono, é um "bairro" distante de DC, mas continua servido por Metrô, Emília.
20:31 | Unregistered CommenterArnaldo
Arnaldo, que viagem gostosa! Estou adorando as fotos e as dicas! E que tempo eh esse, que ainda consegue postar aqui!

Eu ja fiz um passeio de Duck Tour em Boston e eh muito divertido! Vi a foto aqui e lembrei! :)

Beijos e esperamos mais detalhes da viagem toda. Ate.
22:03 | Unregistered CommenterPatsy
Arnaldo, yo estuve siete días en New York, en los tiempos del Pleistoceno, y sólo conozco eso de EEUU (bueno y el aeropuerto de Miami para hacer la conexión hacia San José de Costa Rica -un infierno de sala de espera tercermundista, por lo menos hace unos años-).

Me ha sorprendido gratamente sus fotografías. Resulta una ciudad limpia y parece muy tranquila, para pasear.
También por lo que cuentas está muy organizada para que el turista vaya a conocerla y no tenga problemas.

¡Qué aeropuerto más bonito!. Obrigada por compartir tus maravillosas fotos con nosotros.
Beijos e ate logo.
2:49 | Unregistered CommenterCarmen
Estou conhecendo DC pelas suas lente e achei bem legal!! Não sabia que tinha tanta coisa para ver por lá!!

Tbm fiz o Duck tour em Boston e é bem engraçado!

Abração!
10:13 | Unregistered CommenterMarcio
Arnaldo,
Adorei o seu texto falando sobre esta pais...Sou morador e fa incondicional deste pais...Valeu pelas palavras de carinho!!!!
Fui pra Washington DC no 4 de julho ha 02 anos atras...Adorei cada minuto nesta cidada fantastica com o climax na queima de fogos...DEMAIS (pra variar, suas fotos e texto perfeito)
Ah, estou querendo uma sugestao sua..Estou planejando viajar a partir de 15 de outubro por 12 dias pra algum lugar do mundo...Com a sua experiencia, alguma sugestao??? (Africa do Sul ou Mexico ou Londres com Amsterdam, Marrocos, etc, etc), estou aberto a sugestoes...
Please, help me, brother!!!!!!
1:39 | Unregistered CommenterClaudio
Obrigada pelo elogio, Arnaldo! este seu blog é mto bom, parabéns! um grande serviço prestado. Bjs
15:46 | Unregistered CommenterClarissa
Estou programando viagem à Baltimore em julho/08. Adorei as dicas sobre Washington, DC. Agora tenho referências e um ponto de partida para visitar essa bela cidade.
Grande abraço,
Matilde
Que bom, Matilde Gonçalves, que a matéria a ajudou a "ver" a cidade antes de conhecê-la. Faço votos de que sua viagem seja excelente e que você volte com as melhores impressões de Washington, DC. NÃo se esqueça de contar pra gente depois, ok?
Arnaldo,

Estarei em Washington em Janeiro....vi que o inverno é rigoroso....mas queria saber se os museus e as atrações funcionam normalmente....
A cidade é realmente linda...parabéns pelas fotos!
19:40 | Unregistered CommenterDayara
SIM, DAYARA, tudo funciona normalmente, variando apenas os horários. Mas é muito fácil informar-se nos hotéis antecipadamente. BOA VIAGEM!
e a coisa mais linda do mundo,tenho 12 anos anos e ha 3 anos atras ja sonhava em morar ai e mesmo muito boonito amei esse comentario foi demaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Arnaldo, me inspirei nos seus posts sobre Washington para montar o meu roteiro e link o Fatos e Fotos, pegando "emprestada" uma foto, tudo bem? claro, com o devido crédito. O post é esse aqui: http://blogs.abril.com.br/bigtrip/2009/06/washington-d-c-sorry-nao-te-esqueci.html
Passe lá se puder. Obrigada pelas dicas!

Caro Amigo,

Estarei em Orlando, mas meu voo de volta é via Washington, entao estou pensando em ir um dia antes do voo para passear em Washington. Vi que o Dulles é bem longe. O que devo fazer. existe meios de transportes dos hoteis no centro para o aeroporto (no dia seguinte). Ou ja devo passear e ao termino do dia ja me deslocar par aum hotel ao lado do aeroporto?

Vc acha que ir agora em março é roubada ?

12:37 | Unregistered CommenterDaniela

Ola como vai???

Estou com viajem marcada para ir para Washington sabe me indicar lugares para compras???

Obrigada.

13:06 | Unregistered CommenterPaula

OLA.EU ESTOU VIAJANDO PARA WASHINGTON AMANHA A NOITE COM MEU MARIDO E MEU FILHO.MORO EM RECIFE.GOSTARIA DE SABER QUAL A MELHOR FORMA DE ME DESLOCAR DO AEROPORTO DE WASHINGTN DC PARA NATIONAL HARBOR,NOSSO HOTEL FICA LOCALIZADO NESTA REGIAO

22:57 | Unregistered CommenterANGELICA

De TAXI.

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.