CONHEÇA O AUTOR

 

         Depois de estabelecer-se na Internet - em 1999 - escrevendo relatos de viagens em sites relacionados com o tema, e em 2006 ter fundado o blog Fatos & Fotos de Viagens - um dos pioneiros da blogosfera de viagens - Arnaldo foi convidado a colaborar com matérias na Revista Viagem & Turismo, da Editora Abril e, agora, prepara o lançamento de seu primeiro livro - "Bom dia, Addis. Adeus Etiópia" - ingressando, assim, na literatura de viagens com um livro encantador, segundo o autor, o primeiro de uma série de pelo menos quatro que já planeja produzir, dois deles em plena fase.

Assim o autor define esta sua nova fase:

             Livro é coisa séria. O que o leitor encontrará em "Bom dia, Addis. Adeus Etiópia" é diferente do que lê aqui no blog. Da narrativa ao estilo. Em vez de apenas uma "conversa" com o leitor, baseada na informalidade, o livro mistura traços desta coloquialidade e informalidade com os de uma escrita literária. Sobretudo com profundo respeito à arte de escrever. Passo a ser um escritor, o que nada mais é do que uma outra maneira de me expressar sobre viagens e de transmitir ao leitor minhas impressões. Segundo o poeta e ensaísta norte-americano Henry David Thoreau, "Muitos homens iniciaram uma nova era na sua vida a partir da leitura de um livro". A partir deste meu primeiro livro escrito, considero ter ingressado numa nova, deliciosa fase em minha vida. 

             Por bom tempo - antes de me decidir por publicar um livro - meu lado esquerdo do cérebro brigou com fúria contra o direito até certificar-se de que o leitor teria nos meus livro não os textos que escrevi no blog, porque, entre outros motivos, livro é coisa séria, e ninguém (ninguém de verdade!) merece ler posts de blogs reproduzidos em livros, especialmente textos efêmeros, perecíveis, descartáveis ou preocupados em agradarem "o mercado" e a blogosfera. Felizmente, ao que parece, posts continuarão restritos aos blogs e livros a serem livros. O tema da viagem parece ainda não ter-se banalizado na literatura universal, nem ter-se rendido às formas diversas da monetização.

           Minha ascensão na escrita de viagens com este trabalho literário não é exatamente uma novidade. Ainda que recentemente eu tenha notado a mente lampejar com a ideia: tornar-me um escritor de viagens. Todavia, ela sempre me rondou. Mesmo que a alguma distância. Não foram poucos os amigos, parentes e leitores do blog que há mais de dez anos recorrem à pergunta: “Por que não escrever um livro?”

Gente que escreve e encanta, fala sobre o autor:

Haroldo Castro:

            "Arnaldo é um dos viajantes equilibrados e sensatos que se lança escritor, o que, num Brasil de pouca leitura e onde a Literatura de Viagem não chega a ocupar meia estante nas livrarias, conta histórias que servirão de grande subsídio para qualquer leitor, além de ajudar a romper os preconceitos de que a África só oferece guerras, doenças e fome. Infelizmente, a riqueza cultural e natural do continente é quase sempre tão abafadas por notícias negativas que considero este livro um raio de luz na região."

Jornalista, fotógrafo, autor de “Luzes da África”, indicado para o Prêmio Jabuti na categoria Reportagens

Ronize Aline:

             "Minha opinião sobre o autor está refletida na resenha que escrevi de seu livro "Bom dia, Addis. Adeus Etiópia": ele escreve com o coração e demonstra respeito por tudo o que viu. Este livro, mais do que o relato de uma viagem à Etiópia, é uma viagem rumo a uma experiência de imersão e contemplação do outro. É como olhar para o diferente sem estranhamento ou indiferença."

Escritora, tradutora, jornalista, professora universitária, crítica literária do jornal O Globo, do Rio de Janeiro

Rachel Verano

             "Neste livro, Arnaldo tem o poder de nos transportar a um dos cantos mais fascinantes e ainda intocados do planeta. Mas de maneira ao mesmo tempo delicada e profunda, pessoal, criando intimidade com os personagens, deixando o leitor perceber cheiros, sabores e sentir as emoções de suas descobertas. Do peso do ar à alegria de dobrar a esquina, o autor consegue transmitir todo seu fascínio de estar diante de algo realmente novo."

 Jornalista das revistas Viagem & Turismo, Veja, VejaSP, Glamour, TAM e Vamos/LATAM

Davi Carneiro

             "Há uma frase atribuída ao grande viajante do século 14, talvez o maior escritor-viajante de todos os tempos, Ibn Battuta: “Viajar, primeiro te deixa sem palavras, depois te transforma num contador de histórias.” Suspeito, caro leito, ser este o caso do Arnaldo, um autêntico viajante que vem se mostrando, cada vez mais, um talentoso contador de histórias. Conheço-o e o sigo desde 1996, através do seu blog, aquele que, na minha opinião, é um dos melhores de viagens da internet brasileira, tanto pela excelência fotográfica quanto pela qualidade dos textos. Com um currículo andarilho de respeito (mais de 60 países, entre eles Quirguistão, Miamar, Irã e Uzbesquistão), Arnaldo tem o mérito de ir na contramão da blogosfera profissional e monetizada: de maneira simples, autêntica e independente, preza, principalmente, a credibilidade e a confiança de seu leitor." 

 Escritor, jornalista e colaborador de diversas revistas nacionais e estrangeiras

 


COMENTÁRIOS
PROCURA
Quer ler outras viagens?
De onde chegam os visitantes
« Tailândia: Ayutthaya – Tudo o que sobrou foram ruínas... | Main | Tailândia: Bangkok,Hotel Shangri-La »
Sábado
Mai172008

COMUNICADO sobre a EVENTUAL possibilidade de ENCERRAMENTO do BLOG

Por que fechar um blog com MAIS de 5 MIL visitas diárias,

1 milhão e 300 mil visitas desde outubro de 2006

e tamanha expressão e reconhecimento?

____________________________________________________

               Em MARÇO de 2009 - quando se encerra o meu contrato com o provedor Squarespace - provavelmente este blog será encerrado.  Ainda que a cada ano ele se tornasse mais dispendioso (quanto maior a frequência, ou "bandwitch", mais caro fica) o prazer em publicar algo sério e com conteúdo, bem ilustrado, útil e confiável, maduro e completo, que me proporcionava imenso prazer, e o que de fato  importava, vai se transformando em sacrifício.  Evidentemente que eu poderia renovar meu contrato com o provedor do blog, que é excepcional (não por acaso escolhi o melhor) todavia as razões adiante elencadas motivaram-me decidir não mais fazê-lo.  

               Até lá, todavia, como já devem ter observado os distintos leitores mais frequentes e os amigos do blog -  e atendendo ao que o público vinha pedindo (agilidade no carregamento da página, mesmo que em prejuízo do conteúdo)  -   o volume de informações será sensivelmente reduzido.  Em vista dessa realidade NÃO haverá mais links, utilitários, mapas, filmes, álbuns, trilha sonora, slide-shows, downloads e informações complementares. Os textos serão extremamente reduzidos, assim como a quantidade e tamanho das fotos. Todo o conteúdo até aqui publicado em matérias anteriores será mantido até o encerramento do FATOS & FOTOS de Viagens, todavia nenhum capítulo e matéria serão eliminados, como podem constatar rolando a página para baixo.

                 Provavelmente também não publicarei as matérias já escritas de viagens já realizadas, tais como CHIPRE: Limassol, Curium, Apolo e Omodos; TURQUIA: Marmaris, Dalyan e Caunos; GRÉCIA: Santorini; HOLANDA: Amsterdam, Keukenhof e USA: Hollywood, Santa Mônica e Beverlly Hills.  Pelos mesmos motivos também não serão publicadas matérias de viagens a serem realizadas durante este ano, como  ITÁLIA: Nápoles, Capri, Palermo e Verona; FRANÇA: Marselha; TUNÍSIA: Túnis, Cartago e Sidi Bou Said; ESPANHA: Palma de Maiorca e Barcelona; JAPÃO: Tóquio, Monte Fuji, Hakone, Nara,  Kyoto e Osaka.

              Se eu gastei seis meses pesquisando e escrevendo sobre Bangkok, com o intuito de publicar algo que não encontrasse similaridade no universo das revistas de viagens e especialmente nos blogs,  imaginem o tempo que eu dispenderia fazendo-o sobre o Japão!   Além do tempo investido no processamento e seleção de fotos e reunindo dados e elementos que enriquecessem a matéria, traduzindo e pesquisando páginas, procurando mapas e elos de ligação úteis para o leitor na Internet, o simples ato de reunir tudo isso e publicar estava tornando-se extremamente dispendioso sob o ponto-de-vista do tempo pessoal.  

              E já que os objetivos do blog  não são escrever superficialidades,  decidi encerrá-lo até março de 2009, especialmente pelo fato de que considerável quantidade de leitores sérios e assíduos reclamavam da demora do carregamento da página.  Assim, provavelmente apenas os capítulos que faltam sobre Bangkok - e já escritos -  serão publicados, mas também sem nenhum compromisso com a regularidade de um capítulo a cada dez dias em média.  Todavia continuarei a responder a eventuais consultas e pedidos de sugestões que serão respondidos da melhor maneira possível e com o maior compromisso com ser útil ao leitor.

____________________________________________________

OS OBJETIVOS DO BLOG

               DURANTE os três anos de existência do FATOS & FOTOS de Viagens os objetivos do blog foram precisamente a busca da qualidade contemplando a objetividade, a seriedade, o profissionalismo, a imparcialidade, a credibilidade, o compromisso com a publicação de informações confiáveis e serenas, a fim de que o leitor tirasse as SUAS próprias conclusões e efetuasse suas escolhas baseado nas SUAS exclusivas definições. NADA de opiniões pessoais ranzinzas decorrentes de experiências negativas,  escolhas sem critério, embasamento e desconhecimento. Enfim, com um conteúdo sério e responsável, com abordagens maduras e serenas a meta do blog sempre foi a de conquistar um leitor que buscasse um guia-relato de viagens absolutamente confiável, para que ELE adquirisse informações através  de um bem ilustrado guia fartamente recheado de ferramentas e acessórios que o auxiliassem a programar suas viagens. Tudo isso com a possibilidade de efetuar consultas pessoais e pedir sugestões nas caixas de comentários, as quais foram sendo respondidas com o melhor empenho pessoal em dirimir as dúvidas dos leitores.

                A orientação pessoal de JAMAIS publicar qualquer matéria depreciativa de nenhum segmento turístico (cruzeiros, resorts, cias. aéreas baixo custo, entre outros) apenas porque EU tive uma eventual negativa experiência com qualquer um deles NÃO é prestar um bom serviço ao MERCADO de viagens e turismo, ao contrário, é desinformar o leitor e demonstrar predileção por polêmicas em vez de informação e esclarecimento.  O leitor PRECISA de orientação para que ELE tire suas conclusões e DECIDA-SE por qual ou que tipo de meio de hospedagem, transporte, operadora turÍtica, entre outros.  O que EU entendo que deva ser um BOM SERVIÇO é mostrar o universo como ele de fato é em toda sua complexidade para que o CONSUMIDOR decida-se pelo que comprar segundo SUAS próprias conclusões e orientações de gosto pessoal, perfil e possibilidades, bastante bem orientado a que faça sua escolha e seja feliz com ela, AINDA que EU particularmente possa discordar. DECIDIDAMENTE, o FATOS & FOTOS de Viagens NÃO era um blog pessoal e, portanto, POUCO importava a MINHA opinião, mas a ORIENTAÇÃO do leitor para que ELE tirasse suas conclusões e, bem informado, efetuasse as saus escolhas segundo as SUAS possibilidades.

               MUITOS haverão de lembrar-se que o compromisso com a permanente atualização e qualidade eram tantos que eu blogava até mesmo enquanto viajava.   Todo o trabalho em pré-produzir material e inserir no blog para depois os ir atualizando durante uma viagem,  processando e selecionando as melhores fotos além de outros dados e elementos, tudo AINDA durante a viagem, acabou por tornar-se um compromisso exaustivo quee demandava tempo demais. O que  era um hobbie sério transformou-se num compromisso ainda mais sério e um enorme ônus pessoal e até familiar.  

               NO início o reconhecimento dos leitores - através de seus comentários - era o melhor incentivo, o alimento para prosseguir.   Depois dele, o crescimento vertiginoso da audiência me impulsionou ainda mais a retribuir tudo o que o leitor me proporcionava e a Internet tornava disponível.    Todavia, quando boa parte dos leitores passou a pedir o carregamento mais rápido da página,  a "reclamar"  da demora, qualquer modificação neste sentido significava precisamente reduzir o nível de qualidade e despencar padrão rígido do conteúdo,  o que de fato transformou o prazer em ônus.  Quando consolidou-se definitivamente em desprazer e carga, brotou a decisão de encerrá-lo, já que esta realidade não mais atendiam aos meus objetivos pessoais tampouco dos dos leitores.

               É claro que há algumas soluções técnicas que minimizariam essa questão compromisso com a qualidade e conteúdo VERSUS agilidade no carregamento para pessoas com conexões discadas e por banda "meio" larga, mas elas demandam tempo e planejamento para os quais não tenho nem motivação nem disponibilidade.

               JAMAIS pude imaginar que o FATOS & FOTOS de Viagens pudesse ter tamanha expressão ao ponto de ser convidado por Rachel Verano e Adriana Setti para escrever matérias na Revista Viagem & Turismo, passar a receber inúmeros convites para publicidade no blog, receber visitas de diversos outros países de lingua portuguesa, ser citado em páginas do governo brasileiro (órgãos de turismo), páginas de agências de viagens, de jornais, de revistas, imensidão de blogs dentro e fora do Brasil, ser considerado por profissionais do trade "revelação"  na blogosfera, entre outros fatos que alimentavam meu orgulho pessoal mas acentuavam meu compromisso com a qualidade e permanente desenvolvimento, atualizacão, modernização e inovação. 

               VIAJAR enriquece o espírito, aprimora a cultura e acentua a educação. Conhecer outros países, cidades e povos amplia para o bem nossa maneira de enxergar e compreender o mundo e as pessoas. Viajando - e sobretudo observando com sensibilidade o que vemos - tornamo-nos mais complacentes, deslimitamos nossos horizontes e atenuamos aquela tendência natural à pretensão e ao preconceito que (quase) todo ser humano carrega consigo.

               SEMPRE acreditei que não há nada melhor do que viajar conhecendo antecipadamente um pouco da cultura, da história e dos costumes dos lugares que visitaremos. É a maneira mais eficaz de potencializarmos os prazeres de uma viagem. Quando as planejamos adequadamente, tudo tende a correr bem e as surpresas revelam-se agradáveis. Todo o nosso tempo é naturalmente dispendido em conhecer, ver, absorver e aproveitar. Já o tempo gasto na resolução de contratempos decorrentes da falta de planejamento, é tempo perdido, desperdiçado. Por isso, costumo dizer que programar uma viagem é quase tão bom e importante quanto vivenciá-la. E o FATOS & FOTOS de Viagens pretendeu ser um blog de fácil consulta e com setores organizados onde tudo fosse encontrável.

               ESTES foram - precisamente - os objetivos fundamentais deste blog: auxiliar ao leitor a planejar uma viagem, além de compartilhar com ele algumas de minhas maravilhosas viagens.

               AS informações e sugestões úteis ou curiosas ao longo do texto serviam para ilustrar o tema, assim como os endereços na Internet, inseridos em todos os capítulos, úteis para ampliar as maneiras de planejar uma viagem.     Com eles você podia sair e retornar ao texto e efetuar consultas mais amplas, ver fotografias, verificar mapas, conhecer virtualmente algumas cidades, visitar outros blogs e, enfim, ‘viajar’ virtualmente sem perder o rumo da leitura, tudo isso enquanto ouvia músicas relacionadas com o tema da viagem em curso, cuidadosamente selecionadas no meu arquivo pessoal e até em CDs adquiridos ainda em viagem, sempre pensando no blog.

_________________________________________________________

OS MOTIVOS do ENCERRAMENTO do BLOG

               O FATOS & FOTOS de Viagens surgiu para ser um blog consistente, com conteúdo e recheado de informações, links, utilitários, FARTAMENTE ilustrado e com o máximo de seriedade e credibilidade. Ao longo do tempo sempre evoluiu neste sentido sem perder seu foco. Como resultado disso sua frequência aumentou veloz e consistentemente, consolidando-se na marca atual de cerca de 120 a 150 mil visitas por mês.    E isso só veio confirmar que o caminho estava certo, que o público identificava-se muito com blogs profissionais, confundindo-os até com sites.   Em resumo, reunir num só lugar tudo o que fosse possível para retribuir tudo o que a Internet me possibilitou em termos de consultas sobre viagens foi meu objetivo.

                 POR absoluta falta de tempo (comprometimento com meu trabalho e com o planejamento das min has viagens), pela desmotivação em continuar a fazer algo que não seja realmente bom e completo no universo dos blogs-guias de viagens, por não atender às minhas expectativas pessoais publicar algo superficial e postar duas ou três fotinhas, decidi encerrar as atividades do blog e dedicar o tempo livre ao meus dois hobbies: fotografia e planejamento de viagens.

                ALÉM disso não consegui encontrar entre os servidores gratuitos de blogs algum que tivesse o potencial e as ferramentas do Squarespace (que todavia é pago). Tais ferramentas são fundamentais para que o FATOS & FOTOS de Viagens se convertesse num verdadeiro, completo, confiável e útil GUIA DE VIAGENS digital,  bastante distanciado de um diário de viagens sem grandes compromissos.

          É fato que a maioria esmagadora dos blogs de viagens sejam passa-tempos pessoais, pontos-de- encontro de comunidades e relatos pessoais que mostram o "hotel que fiquei", "o carro que aluguei", "o museu que visitei", "o passeio que fiz".   Não que eu seja contrário a este nicho do "mercado", apenas não era o objetivo do FATOS & FOTOS de Viagens.  

               EM toda a blogosfera e ao longo dos anos que trafego na Internet (desde 1995) só encontrei UM blog que tivesse os mesmos objetivos e padrões do Fatos & Fotos de Viagens: o AQUELA PASSAGEM, do Rodrigo Purisch.  Não por acaso ele enfrenta os mesmos desafios: crescimento acelerado, alto volume de consultas, expressão na imprensa, credibilidade entre o trade e exemplo de referência na Internet. 

               DURANTE seus três anos o FATOS & FOTOS de Viagens evoluiu da marca de DUAS MIL visitas mensais para SEIS MIL visitas diárias!   São cerca de QUATRO MIL visitantes diferentes (unique visitors) por dia.    Nesta semana, precisamente, a média de visitações foi de 4.926 visitas a cada dia!  

              60% desses visitantes chegam ao blog através de procura de imagens (fotografias) em páginas de procuras (sendo o Google e o Yahoo disparados os líderes),  22% chegam através do endereço direto do blog,  12% chegam digitando o nome ou alguma referência do blog em páginas de procura,  através de acesso direto ao endereço do blog e os restantes através de elos de ligação de outros blogs e páginas da Web que mencionam o FATOS & FOTOS de Viagens e por assinatuda do RSS. Uma nota a respeito disso: o Conexão Paris é o blog que mais envia "passageiros"  para o FATOS & FOTOS de Viagens!

               NAS centenas de matérias publicadas diariamente há comentários e pedidos de dicas aos quais eu me esforço para responder com o melhor empenho pessoal em esclarecer precisamente.    Destino bom tempo pessoal efetuando pesquisas e respondendo aos leitores.    O esforço em produzir e publicar algo realmente bom e com alto padrão de qualidade era possível ser observado na permanente mudança dos banners, na modificação dos temas e das cores do lay-out, na crescente busca pelo capricho e pelo reconhecimento do leitor.  Desde a escolha das fontes ao cuidado na escrita,  a separação dos parágrafos ao equilíbrio dos textos,  a inserção de legendas sob as fotos,  o projeto gráfico, o cuidado em aumentar o tamanho das fotos e das colunas, tudo foi planejado para cativar o leitor e demonstrar qualidade. 

               TODAVIA, nos últimos meses, tenho recebido muitas críticas relacionadas à demora que o FATOS & FOTOS de Viagens estava levando para carregar,   justamente em decorrência desse padrão de qualidade e de conteúdo, os quais tornaram-se o algoz do blog.  O compromisso com a qualidade foram tanto o que tornou o FATOS & FOTOS de Viagens um esplendoroso e inesperado sucesso quanto determinou o seu fim.

               TUDO, entretanto, era produzido para o leitor e de maneira a que o blog se tornasse algo REALMENTE diferente no universo da blogosfera e das páginas especializadas.   E mais, radicalmente contrário ao estilo de texto "moderninho" e superficial que a cada dia mais se encontram nas revistas de viagens brasileiras e das páginas especializadas em viagens e turismo.

               DO futuro eu e o Rogrigo Purisch - do Aquela Passagem - temos a mesma convicção:  guias de viagens serão absolutamente digitais: cartões de memória com pontos marcados no GPS para serem inseridos no celular e ir navegando pelas ruas, museus e atrações das cidades com ele, ouvindo arquivos com som, imagem, informações e utilitários.

               NESTE universo da blogosfera o Rodrigo Purisch é um dos bons exemplos do que eu acredito deva ser o autor de um blog e espero que continue a trilhar um longo caminho de sucessos.   Com ele tive o privilégio de trocar longas conversas virtuais, a sorte de conhecer pessoalmente e a alegria de compreender que ambos pensamos o mesmo do que será a blogosfera daqui a uns anos.    O Rodrigo Purisch é precisamente um exemplo admirável de seriedade, profundidade e maturidade, compromisso com a verdade do que escreve e de como devem ser tratados seus leitores.

               Agradeço especialmente ao Rodrigo por tantas dicas técnicas e tanto incentivo e apoio ao longo desse tempo. Se ambos não tivéssemos outra atividade profissional (ele médico e eu empresário) que nos sustenta e nos ocupa, certamente seríamos sócios em algo realmente consistente e sério neste meio virtual e certamente ganharíamos dinheiro nesta atividade do futuro. Ambos temos grandes afinidades acerca do quanto o mundo é plano e o futuro está na Internet e nos telefones móveis.

               A cada dia me tornava mais exigente quanto ao conteúdo, seriedade, credibilidade, busca de fontes fidedignas de informação, tendo cada vez mais trabalho e demanda de tempo na pesquisa do que e como escrever sobre os destinos. Foram horas, dias, meses pesquisando, lendo, traduzindo, criando, desenvolvendo, planejando, estudando. Nesta série de matérias sobre Bangkok, por exemplo, foram SEIS MESES de trabalho. 

               AO longo do tempo fui-me tornando escravo do blog, justamente por ter escolhido produzir algo sério e profissional e oferecer o máximo de informações possíveis com a maior credibilidade, trilhando um caminho contrário ao que se encontra no universo da blogosfera, onde a superficialidade e informalidade predominam.  Os blogs hoje tornaram-se salas de chat, diários de viagens. Com este perfil já existem ótimas opções de blogs de viagens e o FATOS & FOTOS de Viagens não tinha o intúito de ser "mais um".  Ao longo do tempo estes objetivos foram perseguidos sem que se desviasse deles, a fim de que o leitor encontrasse um blog com personalidade que de fato consolidou-se ao longo de sua existência.

                TODAVIA, o volume de visitas cresceu em proporção radicalmente inversa ao volume de comentários, o que ultimamente tem sido um dos motivos porque decidi encerrá-lo.

               O FATOS & FOTOS de Viagens jamais deixou-se transformar em “ponto-de-encontro”, bate-papo de comunidade de viajantes. Para isso há outros blogs e até mesmo comunidades no Orkut. O FATOS & FOTOS de Viagens foi, e será até o último dia de sua existência, um RELATO de viagens.

               ATÉ lá, quero agradecer o privilégio que tive de receber adoráveis comentários, deliciosas críticas e sugestões, encantadores apoios e espetaculares oportunidades de conhecer gente da melhor qualidade.

Reader Comments (15)

Arnaldo,
Se o problema fosse apenas a qualidade das fotos, seria fácil. Você mantém atualizado o seu fotolog, inclusive linkado no blog, aonde todos podem ver milhares de fotos - excelentes, por sinal.
O pedido dos seus leitores e a conclusão de que demora a carregar é natural de se ler e não acredito que baixar a qualidade das fotos fará do seu blog 'mais um', pois como você mesmo disse, os temas são pesquisados, lidos, escritos, com todo o cuidado.
Eu tenho uma banda larga e tanto, talvez uma das melhores de SP, com link de 8Mb. Realmente demora a carregar mais que outros links, mesmo a minha não sendo meia banda ou meia boca. Mas não importa, deixo carregando e vou navegar em outros sites e retorno.
Quanto à falta de vontade ou de tempo, não há argumentos. Um blog, por mais profissional que ele se proponha a ser, já que não é 'trabalho' ou 'obrigação', deverá ser feito com prazer e vontade. Ou não faz mesmo nenhum sentido manter e dispor de tempo para isso.
Eu não vejo mal em um blog ser um local de bate-papo de viajantes, um lugar de encontro com pessoas que tem o mesmo interesse. Não vejo também porque isso seria ruim, mas cada um tem a sua opinião. Também não acho que o Fatos e Fotos tivesse este intuito e acho que ele jamais se tornou assim. E para que ele fosse uma 'revista/guia' eletrônico e assim você estivesse desobrigado a responder os comentários, era simples, só bloquear este recurso.
Bom, de qualquer forma, acho que sua decisão deve ter sido bem pensada e não precipitada.
Desejo boas viagens que não serão compartilhadas por nós, mas certamente serão bem vividas.

MÔ GRIBEL:

1) o "problema da qualidade das fotos", como você descreve, não é de fato O problema, mas UM deles, do CONJUNTO de "problemas".

Fazer um blog com fotos pequenas, de baixa qualidade (me refiro a COMPRESSÃO, dimensões, não ao talento dos fotógrafos ou ao padrão da imagem) NUNCA foi meu objetivo, pois quando me decidi por fazê-lo, eu pretendia algo DIFERENTE, e quando digo isso não me refiro a ser "melhor", tão somente "diferente";

2) tanto quanto a qualidade das fotos, outro diferencial era a qualidade do texto (NOVAMENTE me refiro ao TAMANHO, ao conteúdo);

3) em nenhum momento em afirmei ou sequer sugeri ser um "mal" (e muito menos ser "ruim"!) haver blogs orientados como "diários de viagens", "bate-papos" e/ou "pontos-de-encontro". Ao contrário, eles são maioria, eu minoria.

NOVAMENTE eu me referi a meu desejo de fazer algo DIFERENTE, não mais um. Sobre essa questão do "ponto-de-encontro" da comunidade de viajantes, lembre-se de que eu era um dos ativos frequentadores dos primórdios do VnV, onde nas caixas de comentários havia uma grande alegria em conviver virtualmente, de "bater papo" com outros comentaristas, coisa que foi pelo ralo com o advento do VnV comercial (Abril). E foi por esta razão que sugeri - ainda no antigo VnV - que a Sylvia ou qualquer OUTRO comentarista NÃO blogueiro fazesse um blog para MEDIAR justamente aquela convivência tão boa que havia.

Assim, fica claro que nada tenho contra "diários de viagens", "bate-papos" e/ou "pontos-de-encontro", até por coerência, uma vez que eu fui um ativo participante.

TODAVIA, reafirmo que o meu propósito com o FATOS & FOTOS de Viagens (de novo insisto) era fazer algo DIFERENTE dos demais, independentemente de EU gostar ou não dos demais.

O FATOS & FOTOS de Viagens jamais foi assim justamente porque foi planejado e orientado "profissionalmente", no sentido contrário a este perfil, até mesmo nas respostas e no NÃO incentivo a ser uma "comunidade" de bate-papos, encontros e tudo mais. Justamente para que ele NÃO se desviasse do seu "caminho", de sua "personalidade";

4) Ser mais um pode parecer atraente para muitos, mas não é pra mim. Nos primeiros comentários deste blog vc. poderá encontrar depoimentos de pessoas pedindo para que EU aparecesse, EU colocasse fotos, EU falasse de mim, EU me mostrasse. Eu fui e serei coerente em NÃO fazr isso porque esse NÃO é nem foi o objetivo do FATOS & FOTOS de Viagens. Este NÃO é um diário de viagens assim como NÃO é um blog pessoal. De fato EU não tenho NENHUMA importância, sim os destinos que pretendo mostrar de maneira a que aquilo que o leitor encontrar seja útil como um guia de viagens. Ao comprarmos a revista Viagem & Turismo nas bancas não estamos fazendo isso por causa da Rachel Verano, Adriana Setti ou tantos outros que nela esrcevem ou escreveram (entre eles, eu). A motivação da compra é devido ao fato de que procuramos notícias, novidades, guias, informações, dicas sobre destinos, tudo com um formato bom no conteúdo e na forma.

O FATOS & FOTOS de Viagens pretendeu ser (e se um dia eu encontrar uma maneira de conciliar meu tempo com o desejo de fazer algo BOM com esta orientação (GUIA de VIAGEM ilustrado, continuar a ser). O Fatos & Fotos de Viagens é um GUIA de Viagens, não um blog pessoal.

Não encontro sentido em fazer diferente se não me agrada, isto é, ser mais um contador do MEU diário de viagem. Desde o início o blog NUNCA foi personalista e que sequer pudessem dar a entender que eu pretendia promover a mim mesmo. Portanto, nenhum sentido em fazer um diário de viagem do tipo "saí às 9 da manhã do meu quarto número tal do hotel tal na rua tal, peguei o carro alugado cor tal, marca tal placa tal, almocei no restaurante tal o prato aquele, etc, etc, etc, e a manhã conto o resto do que fiz no meu dia nesta viagem". Ao contrário, o FATOS & FOTOS de Viagens nasceu com uma proposta radicalmente oposta a este "nicho de mercado" justamente porque eu jamais havia encontrado um bom guia de viagens em formato de blog mas centenas de blogs diáros de viagens;

5) eu tenho uma banda larga e tanto, talvez a melhor do Rio de janeiro, com 8 Megas, e só a partir dela decidi publicar meu blog, justamente porque eu detestava Internet antes da banda larga, mesmo que seja usuário sistemático dela desde 1995 e até mesmo anteriormente a ela, na época dos BBS;

6) eu não tenho nem jamais tive Fotolog, pelos mesmos motivos que não tenho um "diário de viagem": jamais gostei. Tenho álbuns no Flickr, o que é como um álbum de fotos impressas e MUITO diferente de um "scratch book", que igualmente jamais gostei;

7) evidentemente que a reclamação dos leitores com a demora do carregamento das páginas é normal, e em nenhum momento eu afirmei ou sequer sugeri que fosse anormal;

8) A demora no carregamento não se devia ao fato EXCLUSIVAMENTE das dimensões (e qualidade de resolução) das fotos, mas por diversos outros fatores técnicos e FUNDAMENTAIS (no MEU entendimento) para que o DIFERENCIAL do blog fosse mantido e, se possível, percbido e compreendido pela maioria. De fato uma minoria manifestou-se contrária à redução do CONTEÚDO e da QUALIDADE (que resulta, infelizmente, em "peso"). O que sobressaiu foi a quantidade de pessoas reclamando justamente da demora (sem perceber que ela era decorrente justamente de ser MUITO, enormemente diferente de todos os blogs);

9) Quanto à falta de vontade (mais do que de tempo) não há argumentos. Bem, ao menos nisso concordamos! O FATOS & FOTOS de Viagens evidentemente não é profissional de fato, já que não vivo dele. Quando emprego esse termo quero dar um sentido "não doméstico" "ou não amador", "ou não diário-de-viagem-bate-papo-ponto-de-encontro" como ERA o blog VnV e deixou de ser, transformando-se, de fato, num blog profissional de um excelente profissional da área. O sentido é exatamente querer fazer algo sério, profundo, com metas, planos, conceitos muito definidos, organizado, estruturado. Neste sentido e com estas características, só encontro UM paralelo na blogosfera (ou seja, um blog amador, como o meu, mas com "jeito" profissional): o AQUELA PASSAGEM, do Rodrigo Purisch. Em meu entendimento, um blog transforma-se em profissional (de fato, não conceitualmente) quando seu autor passa a tirar dele rendimentos importantes, parte de seus sustento, inclui propaganda e aufere receita com ele. Neste sentido o FATOS & FOTOS de Viagens é um blog amador, passa-tempo com pretensão de ser um BOM guia de viagens.

10) quanto a "boas viagens que não serão compartilhadas", agradeço os bons votos e afirmo o seguinte:

a) se eu me satisfizer com baixar radicalmente o padrão (me refiro NOVAMENTE a qualidade e conteúdo), tal como se percebe agora, pode ser que eu volte a escrever e publicar. Aliás, escrever sempre escrevi e pretendo permanecer fazendo isso. Se eventualmente eu encontrar prazer em fazer guias de viagens com ao menos mínimo conteúdo que atenda ao meu prazer e aos meus conceitos, quem sabe?....

b) atitude bem pensada e não precipitada foi. Aliás, posso lhe afirmar que como tudo na minha vida (sabe como são capricornianos, imagino!) é muito ponderado e sereno, equilibrado e refletido, assim não poderia deixar de ser também com esta decisão, até por absoluta falta de tempo. Há horas que a gente tem que saber a hora de parar se não nos agrada "fazer por fazer" e fazer sem prazer.



Arnaldo,
Pode parecer, mas eu não discordei de você.
Eu realmente acho que se é um espaço seu, você deve fazer como você quiser.
Eu entendi perfeitamente sobre a qualidade das fotos, e é claro que quanto mais pesadas melhor elas ficam.
Enfim, finalmente o que eu quis dizer sobre 'fotolog' era falando do Flickr, usei o 'termo' errado.
E quanto a fazer uma coisa menor, com textos menores, volto a dizer que este não é o seu padrão e por isso fica realmente descaracterizado, não sendo assim o Fatos e Fotos que eu gostava e admirava.
Como vc disse que irá parar, não irá mais fazer assim mesmo SE for continuar, me despeço e lamento perdermos um bom guia de viagens, completo, colorido e bem escrito.

10:17 | Unregistered CommenterMô Gribel

Arnaldo,
Eu não entiendo o problema da demora. Eu não tenho ninguno problema com seu blog e eu adoro o seu blog, porque é diferente, mais sério, profissional e meticuloso. Tambén gosto de muitos mais blogs, porém seu blog é diferente é um bom guia de viagens e um blog literário (e as fotos são interessantes e lindas).
É um prazer olhar e ler o Fatos & Fotos. Você pode estar orgulho.
Tchau.

11:16 | Unregistered CommenterCarmen

Que pena, Arnaldo! Mas respeito a sua decisão...
Eu não tenho problema nenhum para acessar o seu blog e muito menos com os textos grandes. Leio sempre, mas sempre deixo para ler em momentos mais tranquilos. Seu blog não é para ser listo às pressas...
Bom, se lembre que existem sistemas de blogs gratuitos... quem sabe assim poderemos continuar acompanhando suas viagens? :-))
[]'s

Pôxa, agora que eu conheci seu maravilhoso blog, vc resolveu acabar? Que lástima!
Eu também não tive nenhum problema com o blog, as lindas fotos sempre carregaram muito bem.
Fico triste por ter chegado tarde, mas desejo muito sucesso nas suas próximas viagens, lamentando não poder mais partilhá-las através do seu belíssimo blog.

Respeito sua opinião e decisão Arnaldo!!!

Mas a internet está mais triste com o fim de um dos melhores blogs de viagens em português.

Um abração!!!

14:46 | Unregistered CommenterMarcio

Arnaldo, fecha o blog não... Muda pra um provedor que cobre só hospedagem, não banda. O Wordpress é assim. Você paga uns 50 dólares por ano para ter mais espaço do que os blogs grátis (se não me engano, 5 ou 10 giga), mas a conta não sobe com o número de visitantes, não. Achei um depoimento de um cara que diz que é possível migrar todos os arquivos. Talvez você precise de ajuda profissional nesse momento, mas qu'alquer garoto mais nerd mata isso num instante. Transcrevendo: SS (squarespace) allows you to export your blog’s content into a moveable type format which I then imported into a dummy wordpress account (just to see how hard it was going to be). It worked brilliantly, all posts (about 300) migrated just fine." Além de não custar caro e deixar que você continue subindo as fotos na qualidade que deseja, o Wordpress ainda permite uma organização melhor do conteúdo. Boa sorte!

11:28 | Unregistered CommenterRiq

Pôxa, Arnaldo... Faz isso não... Seria uma perda irreparável! Reconsidere esta possição e tente as alternativas sugeridas por todos que gostam do seu blog... Um abraço!

10:50 | Unregistered CommenterTrixx

Arnaldo.
A questão do desejo é fundamental. Se perdeu o desejo por todas as razões descritas, seria indelicado da parte dos seus leitores um pedido para rever sua decisão. Mas acho que podemos te dizer que vamos sofrer uma grande perda.
Tenho certeza que vai encontrar outro meio de expressão.

Sou inexperiente em termos de conhecimentos do funcionamento e das características da blogesfera. Li com atenção seu texto. Você deveria publica-lo "ailleurs", como contribuição a este debate.
Um abraço
Maria Lina

11:01 | Unregistered CommenterMaria Lina

Bom Arnaldo, a gente começa um blog e termina por vários motivos. É uma perda para a blogosfera, mas espero que continue realizando ótimas viagens.

E por favor, se precisar de QUALQUER coisa sobre sua viagem para o Japão (inclusive ajuda com o idioma japonês, que domino), por favor, me mande um e-mail. Independente de publicá-la ou não, você no mínimo deve aproveitá-la da melhor maneira possível.

Um abraço

12:26 | Unregistered CommenterAline Lima

Oh Arnaldo!
Mas que pena!!!É sério mesmo?! Acho que até o ano que vêm, mais soluções tecnológicas vão surgir e você poderá fazer o blog/site que atenda as suas exigências! :-)
Sei que você sempre terá um grande espaço para falar e publicar suas viagens( acompanho vc desde o Nomad e olha só esse blog agora! Outro nível!), seja onde for!
É uma pena mesmo! :-(
bjusss

Arnaldo, não pare de escrever não! Seu blog realmente é único, não pode e nem deve ser abandonado!
Beijos

14:49 | Unregistered CommenterPatricia

Oi Arnaldo

Já há algum tempo que não vinha "dar uma volta" no seu blog por falta de tempo e deparei com esta noticia.
Já algum tempo que baseio as minhas viajens nas suas experiencia e imprimo tudo sobre cada uma que quero realizar e levo comigo para saber onde ir e o que fazer. Já tenho recomendado a amigos que sei que fazem o mesmo aqui em Portugal. Todo o mundo já conhece o seu blog e visita. É uma grande perda para quem gosta de viajar e tem tão má informação em agências de viagens e operadores, ficar sem o su blog que tanto pode ajudar e tantas delicias tem feito nos apaixonados das viagens.
A mim pessoalmente traz uma grande tristeza, já que me habituei a dizer: Vou ao fatos e fotos de viagens ver onde vou viajar desta vez...
Seria quase um serviço social se decidisse ficar...
Um abraço de Portugal
Rui

Arnaldo amigo, visitando seu Blog, vi esse seu texto de tempos atrás. Sorte nós demos em vc ter mudado de ideia. Agora só falta tudo isso virar livro! Bjks nas crianças

15:47 | Unregistered CommenterJPVeiga

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Textile formatting is allowed.